Jovair: governo não se mexe para votar o Código porque não tem interesse

PTB Notícias 23/03/2012, 17:06


O Líder do PTB na Câmara, deputado Jovair Arantes (GO), disse que o adiamento da votação do Código Florestal vem causando transtornos para diversas categorias, principalmente a agricultores e pecuaristas.

Na avaliação de Arantes, o governo não se mexe para votar o Código Florestal porque não tem interesse, pois, de acordo com o Líder, teme a repercussão do resultado na Conferência Rio + 20, marcada para junho, no Rio de Janeiro.

“O medo é que a presidente (Dilma Rousseff) seja caracterizada pela imprensa e autoridades internacionais como sendo contra o meio ambiente.

Nós queremos votar uma matéria que não pertence ao governo e nem a oposição”, disse o deputado, em entrevista ao Informativo de nº 207 da Liderança do PTB na Câmara.

A indefinição da data de votação do Código Florestal impediu a apreciação da Lei Geral da Copa nesta quarta-feira (21/3/2012).

Jovair Arantes afirmou que o PTB votará favorável à proposta, mas que é necessário primeiramente decidir sobre o Código.

Isso porque, de acordo com o Líder, a Lei Geral da Copa é importante para o País, mas dura enquanto durar o evento.

“Mas o Código Florestal não tem data de validade e atinge toda a sociedade”, corrobora Arantes.

“Essa Casa precisa começar a tomar providências, votar matérias de interesse da sociedade brasileira.

Não dá para apenas votar medidas provisórias, acordos internacionais.

Precisamos votar matérias de interesse da sociedade brasileira.

Essa é a razão principal da nossa revolta nesse momento”, justificou.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da Liderança do PTB na CâmaraFoto: TV Câmara