Jurandir Maciel fala sobre Programa da Saúde da Família em simpósio no RS

PTB Notícias 5/04/2013, 8:50


Na quarta feira (3/4/2013), o deputado estadual Jurandir Maciel (PTB-RS) foi um dos painelistas do III Simpósio sobre Serviços Públicos compartilhados da Uvergs (União dos Vereadores do Rio Grande do Sul), ao lado do secretário estadual de Saúde, Ciro Simoni.

O evento, realizado no auditório da Associação dos Agentes Fiscais da Receita Municipal de Porto Alegre, segue até esta sexta-feira (5).

O assunto tratado foi a “Organização do Sistema de Saúde no RS”.

O parlamentar explanou aos vereadores presentes as vantagens e desvantagens do Programa da Saúde da Família -PSF.

Enfatizou a relação do modelo conservador, que não oferece o devido atendimento aos pacientes, e o modelo do PSF, onde o paciente faz a avaliação do seu estado de saúde, é atendido por uma equipe multidisciplinar, com dedicação de 8 horas de trabalho, composta por um médico, um enfermeiro, quatro técnicos de enfermagem e seis agentes de saúde.

Cada equipe do PSF é responsável por cerca de três mil pacientes que, dentro se suas patologias (hipertensos, diabéticos, psico social, pré natal, terceira idade), são divididos em grupos e recebem atendimento de profissionais das áreas de nutrição, psicologia, fisioterapia e geriatria.

No sistema do PSF, 95% dos problemas são resolvidos.

Segundo Jurandir Maciel, ao longo dos anos o Rio Grande do Sul não destinou os 12% do orçamento para a saúde, deixando de aplicar cerca de R$ 1,4 bilhões/ano dos R$ 2,4 bilhões que deveria investir.

“Neste ano, nós, da Assembleia Legislativa e governo do estado, conseguimos concretizar a destinação dos 12% do orçamento para a saúde.

Precisamos agora nos organizar para que este valor maior seja verdadeiramente utilizado na descentralização e organização dos serviços de saúde no estado”, completou.

* Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do portal da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul