Justiça concede liminar contra cassação de Amazonino Mendes

PTB Notícias 9/12/2008, 14:37


A desembargadora Maria das Graças Pessoa Figueiredo, vice-presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Amazonas, suspendeu com liminar a um mandado de segurança a medida que cancelava os registros de candidatura do prefeito eleito de Manaus, Amazonino Mendes (PTB), e de seu vice, Carlos Souza (PTB).

Eles são acusados de compra de votos.

A decisão torna possível a diplomação dos dois no dia 17 de dezembro.

A magistrada também tornou sem efeito a multa de R$ 50 mil Unidades Fiscais de Referência (Ufirs) aplicada aos dois candidatos.

“Agora nós vamos esperar que a Justiça não impeça a posse do candidato.

Razão nenhuma assiste à primeira decisão porque não existe qualquer prova de que houve compra de votos”, disse o advogado de Amazonino, Júnior Fernandes.

Agência Trabalhista de Notícias (com informações do JB Online)