JVC defende redução da CPMF “para não pesar no bolso do contribuinte”

PTB Notícias 21/08/2007, 10:30


Após aprovação na Câmara dos Deputados, o projeto de prorrogação da CPMF, de autoria do Governo Federal, deve seguir para apreciação nas comissões fixas e especiais do Senado.

De acordo com o senador João Vicente Claudino, do PTB do Piauí, o imposto deverá sofrer algumas modificações para que não pese tanto no bolso da população, especialmente no de investidores.

“A CPMF tem de ser modificada.

O ministro Guido Mantega (da Fazenda) é irredutível em alguns pontos, mas acredito que vai se produzir uma modificação que mantenha os investimentos e não faça pesar tanto no bolso da população”, declarou o senador petebista, afirmando que o governo não encaminhou a proposta de diminuição gradativa para o Senado e que, apesar da discussão de reforma tributária, ainda é necessário es-perar a chegada do projeto para ser estudado.

“Há idéias de redução gradativa ou total de alíquota, divisão com municípios e estados.

Mas precisamos ter prudência”, alertou João Vicente.

Mesmo afirmando que “ninguém é a favor de imposto”, JVC reconheceu que manter a CPMF ajuda a manter a estrutura de governo, além dos programas e projetos de desenvolvimento.

“Mas temos de adequar a carga tributária à eficiência administrativa do governo.

Governo algum estaria preparado para se manter sem a CPMF”, comentou, alegando que o corte da receita do CPMF seria sentido em áreas essenciais à população.

“Teria de cortar em algum lugar: em investimentos, programas, no PAC.

Não podemos mudar de uma hora para outra”, finalizou o senador petebista.

fonte: Jornal O Dia (PI)