JVC diz que ainda é cedo para tratar alianças para as eleições de 2012

PTB Notícias 26/05/2011, 7:44


O presidente do PTB no Piauí, senador João Vicente Claudino, não tem interesse em esticar a corda das escaramuças com o PSDB.

Ele não deu muita importância às críticas dos tucanos à administração do prefeito Elmano Férrer, feitas em coro pelo cientista político Washington Bonfim, pelo ex-prefeito Sílvio Mendes e pelo deputado Firmino Filho.

O senador disse apenas que os tucanos andam muito ansiosos e que ainda não é hora de tratar de alianças para as eleições de 2012.

Ele afirmou ainda que cada administrador tem seu estilo e o prefeito Elmano Férrer está seguindo o dele.

“Se o PSDB tem queixa do prefeito, o PTB também tem, mas o deixamos totalmente à vontade para governar”, garantiu.

Ontem, 25/05, os tucanos voltaram a fazer críticas à administração municipal.

Pela manhã, em entrevista à Rádio Difusora, o ex-prefeito Sílvio Mendes avisou que “deixamos nossa marca em Teresina.

E isso ninguém vai apagar”.

Ao meio-dia, o deputado Firmino Filho criticou o prefeito na Assembleia, apontando falhas na educação.

À tarde, o ex-secretário municipal de Educação, Washington Bonfim, autor de artigo crítico à gestão da educação, avaliou: “Causa estranheza que um artigo de cerca de 25 linhas tenha como reação duas manchetes e páginas inteiras de jornal, acompanhadas de 30 minutos ao vivo em horário nobre de TVs locais, tudo isso sem que tenha sido ouvido nenhum diretor, professor, funcionário ou membro da comunidade escolar da rede municipal de ensino de Teresina”.

O professor disse que não pretende travar polêmica com ninguém e dá o assunto por encerrado, pois já fez o seu papel – o de chamar a atenção para a situação da educação no município, que, a seu ver, vem perdendo a qualidade “conquistada a duras penas”.

Se o Palácio da Cidade for dar ouvido a toda crítica tucana, daqui para frente, estará fazendo o jogo do PSDB, que, isolado na política estadual e na municipal, precisa como nunca de alguém para ficar batendo boca até que chegue à campanha eleitoral do próximo ano.

Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações do Portal 180 Graus