Kelly anuncia mudanças estruturais em abrigo de menores em São Caetano

PTB Notícias 8/02/2009, 9:25


Criado com o objetivo de atender menores em situação de risco o Abrigo Municipal será reestruturado.

As mudanças, anunciadas pela prefeita de São Caetano do Sul, Kelly Moraes (PTB), na última sexta-feira, vão resultar na separação entre meninos e meninas.

O ajuste tem como objetivo preservar as crianças e adolescentes e garantir um atendimento diferenciado, justificou a prefeita.

Essa medida já havia sido adotada na gestão de Sérgio Moraes, quando Kelly foi secretária do Desenvolvimento Social.

“Na minha época havia um local para os garotos e outro para as garotas, mas o governo passado resolveu unir eles novamente”, recordou.

Além de evitar possíveis envolvimentos entre os menores internos, o ajuste também poderá ampliar a oferta de vagas.

“Há uma menina de 14 anos grávida no abrigo.

Não concordo que ela conviva em um local assim”, afirmou.

Kelly frisou que o procedimento faz parte de uma decisão administrativa e que não teria sido motivado pela intervenção de órgãos ligados à infância e juventude.

A previsão é de que no decorrer da semana que vem a nova casa alugada nas proximidades da Brigada Militar já esteja abrigando os meninos.

Devem ser disponibilizadas 15 vagas.

Na unidade onde hoje funciona o abrigo, na Avenida Independência, ficarão as meninas.

Lá as acomodações têm capacidade para 18 pessoas.

Além de garantir melhores condições para atender os menores, a prefeita frisou que pretende resolver o problema de lotação no atual abrigo.

Segundo ela, hoje são 23 internos, quando o ideal seriam 18.

“Com a separação isso deixa de acontecer”, explicou.

Costumam ser enviados para o abrigo adolescentes com idade entre 12 e 16 anos que estejam sofrendo ameaças em casa ou em situação de risco pelas ruas.

Os encaminhamentos geralmente são feitos pelo Conselho Tutelar e Ministério Público e o período de internação é variável, mas não costuma ser inferior a seis meses.

* Agência Trabalhista de Notícias com informações da Gazeta da Serra