Kelly Moraes solicita doadores para a campanha de menino com leucemia

PTB Notícias 3/12/2007, 8:29


A deputada estadual Kelly Moares (PTB/RS) lidera uma campanha na Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul para ajudar um menino de 12 anos, de Santa Cruz do Sul, que precisa de um doador de medula óssea.

Amiucar Marques descobriu que estava com leucemia há menos de seis meses, quando começaram a aparecer manchas pelo corpo.

Logo em seguida, a doença evoluiu e ele precisou ser internado no CTI do Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, onde se recuperou de uma pneumonia.

Nesta quarta-feira (28) o menino e seus familiares estiveram na Assembléia Legislativa pedindo apoio para novos voluntários que se disponham a fazer o teste.

“Queremos contar com a solidariedade dos nossos funcionários aqui da Assembléia, familiares e toda sociedade gaúcha para que disponha de um pouco do seu tempo e nos ajude a salvar a vida dele”, solicitou.

Para salvar o conterrâneo, a deputada quer contar com a solidariedade dos colegas parlamentares e funcionários para a coleta de sangue no teste de compatibilidade com o menino .

“Por este motivo estamos mobilizando as pessoas aqui em Porto Alegre.

Todos funcionários e colaboradores da Casa do Povo.

Você que é funcionário, tem um amigo, um parente, um conhecido, pode fazer a sua parte”, apela a deputada.

COMO SER DOADOR: Para ser doador de medula, é preciso ter entre 18 e 55 anos e fornecer uma amostra de sangue para análise.

O material é examinado por especialistas, e os resultados são inseridos no Registro Nacional de doadores de medula Óssea.

Uma vez confirmada a compatibilidade o doador será consultado para decidir quanto a doação.

A chance de encontrar um doador de medula compatível pode chegar a uma em cem mil.

Estima-se que seja por voltade 35% entre doadores parentes e de 0,1% entre pessoas não aparentadas.

ONDE DOAR: O teste para o exame pode ser feito no Hemocentro, no Hospital de Clínicas e na Santa Casa em Porto Alegre.

Basta agendar data e horário, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, pelo telefone (51) 3336-2843.

Agência Trabalhista de Notícias (com informações da ALRS)