Kiki Bispo diz que manifestação de servidores desestabiliza serviços públicos

Agência Trabalhista de Notícias 7/08/2018, 10:01


Imagem Crédito: Divulgação

“Democracia não se faz com a minoria. Salvador não vai se render à tirania de sindicalistas que, motivada por interesses políticos e partidários, despreza a maioria e insiste na tentativa de desestabilizar os serviços públicos municipais a qualquer custo”, afirma o vereador Kiki Bispo (PTB-BA).

Para o parlamentar, o pequeno número de manifestantes no ato sindical na região do Iguatemi, na quarta-feira (1º), reflete a falta de representatividade de um movimento que se fecha ao diálogo e despreza conquistas reais dos servidores na gestão do prefeito ACM Neto (DEM), desde 2013.

“Apesar da crise econômica nacional, a prefeitura está neste momento apresentando propostas de aumento real que chegam a 11%, 5,5% e 2,5% a depender da categoria e do tipo de servidor, mas as lideranças sindicais não sentam para negociar”, diz Kiki Bispo.

O vereador estranha, no entanto, que não esteja havendo nenhuma manifestação dos sindicatos pela valorização do funcionalismo estadual há quatro anos sem qualquer reajuste salarial. “E depois ficam falando para a população que esse movimento não é político-partidário.”

Com informações da Câmara Municipal de Salvador