Landim cobra do Ministério da Justiça posto da Polícia Federal no Piauí

PTB Notícias 3/07/2007, 14:15


Usando o espaço destinado à comunicação de lideranças na Câmara Federal, o deputado Paes Landim, do PTB do Piauí, ocupou a tribuna da Casa para cobrar mais uma vez a instalação de um posto da Polícia Federal no município piauiense de São Raimundo Nonato.

Como nas outras vezes em que fez esta cobrança, Paes Landim apelou para o Ministério da Justiça, pasta para a qual já mandou, inclusive, ofício solicitando o atendimento do pleito.

Os pedidos foram iniciados quando na época sentava à aquela cadeira Marcio Thomaz Bastos.

Landim alega que a região faz fronteira com os estados da Bahia e Pernambuco, “onde o famoso triângulo das bermudas se caracterizou como o maior centro de tráfico de drogas do Nordeste brasileiro”.

O parlamentar petebista lembrou o que os cerca de quase três milhões de paiuienses conhecem a fragilidade da polícia estadual, principalmente no tocante ao combate a crimes de primeira grandeza, que exigem mais do aparato policial, que no caso do Piauí é realmente desaparelhado.

Paes Landim até citou a coluna da jornalista Tereza Cruvinel (do jornal O Globo), onde relatava que o PT havia encomendado ao governador Wellington Dias que propusesse um Programa de Segurança para o partido.

“Oxalá que seja verdade!”, torceu.

Num estado onde divulgar relatos da insegurança para o resto do país, como ocorreu em matéria sobre assaltos a restaurantes feita pelo jornalista Marco Teixeira – em um passado não muito distante – causa embaraço na polícia e uma movimentação de bastidores das pessoas da comunicação do governo para contestar a informação – movimentação esta tal qual a de Renan Calheiros para provar sua inocência -, o parlamentar lembra que é “voz do estado” a cobrança por segurança, principalmente, no que tange, ao que ele chama de ‘triângulo das bermudas’, área da qual faz parte São Raimundo Nonato.

O deputado petebista relatou no Plenário o seqüestro da esposa do gerente do Banco do Brasil, Davina, durante as festas Juninas naquela região, ocorrida semana passada.

O preço do resgate: o pagamento com dinheiro do banco.

“O gerente foi obrigado a fazer isso, primeiro, sob ameaça de morte e, ao mesmo tempo, também, para salvar a vida da sua mulher e dos seus filhos”, disse Landim.

“Reitero aqui um apelo ao Ministério da Justiça, ao eminente e honrado senhor ministro Tarso Genro.

Quero dizer a sua excelência que havia um acordo no Ministério da Justiça, em conversações que participei junto com o governador Wellington Dias, que, no momento em que o posto que existe da Polícia Federal em Parnaíba fosse formalizada e reestruturada em delegacia, ficaria Parnaíba com a delegacia da Polícia Federal e São Raimundo Nonato com o posto.

Como, também, precisa ter um posto a cidade de Picos, que é o maior grande intercâmbio comercial do Piauí e o maior intercâmbio rodoviário do Nordeste”, disse Landim.

fonte: Portal AZ