Landim relata transtornos vividos por piauienses devido à rede elétrica

PTB Notícias 19/03/2011, 6:29


O deputado Federal Paes Landim (PTB-PI), em pronunciamento na Câmara nesta semana, relatou as dificuldades existentes na cidade de São Raimundo Nonato, no Piauí.

Sede do Parque Nacional Serra da Capivara, patrimônio cultural da humanidade, o CEFET, Centro Federal de Ensino Tecnológico, que começou a funcionar no ano passado, está há dias sem poder ministrar aulas noturnas por falta de energia elétrica.

Paes Landim argumenta que cursos de graduação e na área tecnológica de ensino médio são prejudicados.

O deputado petebista afirmou que já alertou as autoridades do ocorrido: “Faço um apelo à CEPISA, à ELETROBRAS, ao ministro Edison Lobão, a quem há poucos dias enviei um fax relatando a dramaticidade do sistema de energia elétrica da cidade-polo do sudeste do meu Estado, o Piauí, uma cidade de turismo relevante e reconhecida internacionalmente tal a projeção não só do Parque e Nacional Serra da Capivara, mas sobretudo do Museu do Homem Americano.

” Paes Landim ainda ressaltou os transtornos que a cidade está enfrentando devido à falta de energia: “É um absurdo que um estabelecimento de ensino, que ministra curso superior, ensino médio e tecnológico, não consiga funcionar à noite por falta de energia elétrica.

Além de prejudicar, durante o dia, o funcionamento dos laboratórios e seu sistema de computadores.

Enfim, cria um verdadeiro caos na cidade.

” Para finalizar seu pronunciamento, o petebista analisou a questão da privatização de empresas no Brasil, com ênfase para o estado do Maranhão.

“Apelo ao eminente ministro Edison Lobão para que designe que a ELETROBRAS tome providências imediatas.

O presidente que responde pela CEPISA mora no Rio de Janeiro, não conhece talvez o Piauí.

Seria importante que o ministro determinasse alguém especificamente, um ombudsman, que lhe fizesse um relatório sobre o caos, a situação dramática da empresa de eletricidade do Piauí.

Que faça comparação ao seu próprio Estado natal, o Maranhão, cuja empresa fornecedora de energia elétrica foi privatizada, com o caos, a anarquia, a desídia, o empreguismo, enfim, a má administração, a má gerência pública que é a empresa de energia elétrica do Estado do Piauí.

“Agência Trabalhista de Notícias (PB)