Lei municipal de Reizo Castelo Branco (AM) se expande para todo Brasil

PTB Notícias 28/12/2014, 19:43


O vereador de Manaus (AM), Reizo Castelo Branco (PTB) — autor do Projeto de Lei 071/2013, que obriga a realização do “Teste da Linguinha” em bebês de até dois anos de idade em maternidades e serviços hospitalares da rede pública municipal e conveniados do Sistema Único de Saúde em Manaus — considera que o projeto ganhou força, com a aprovação e ampliação para todo o Brasil.

Agora, hospitais e maternidades das redes pública e particular passam a ser obrigados a fazer o teste da linguinha sob a fiscalização do Ministério da Saúde.

Este tipo de teste visa corrigir o “frênulo lingual”, que muitos conhecem como “língua presa”, que é uma película localizada abaixo da língua que, por ser mais curta, dificulta a sucção, mastigação, deglutição, amamentação e muitas vezes causa alteração da articulação de alguns sons da fala.

Além disso, contribui para que o bebê fique extremamente cansado por não conseguir sugar o leite da forma correta o que torna inevitável o desmame precoce e perda de peso.

Por meio do “Teste da Linguinha” no hospital será proporcionado um tratamento para estimular a sucção e a deglutição durante a amamentação, bem como prevenir problemas de mastigação e da fala.

A fiscalização da execução do teste ficará a cargo da Secretaria Municipal de Saúde que deverá prover, instruir e fiscalizar as instituições particulares, em especial, os Hospitais e Maternidades.

As famílias dos recém-nascidos e dos bebês receberão, nas altas médicas, relatório dos exames e dos procedimentos realizados, contendo esclarecimentos e orientação quanto à conduta a ser adotada.

O “Teste da Linguinha” foi idealizado pela Fonoaudióloga brotense, Roberta Lopes de Castro Martinelli e ganhou projeção mundial pelos benefícios proporcionados.

Martinelli ressalta, que o problema atinge um a cada cinco bebês no País e a cirurgia para correção é simples sem a necessidade de ponto ou anestesia geral.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da Câmara Municipal de Manaus (AM) Foto: Tiago Corrêa – DIRCOM/CMM