Leia aqui: “Dia do Aposentado, comemorar o que?”, por Cristiane Brasil

PTB Notícias 25/01/2012, 8:46


Leia abaixo comentário feito pela Presidente Nacional do PTB e Secretária de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida da Prefeitura do Rio de Janeiro, Cristiane Brasil, divulgado em seu blog na internet (http://blogdacristianebrasil.

blogspot.

com/) nesta terça-feira (24/01/2012): Dia do Aposentado, comemorar o que?Por Cristiane Brasil Em 24 de janeiro de 1923, o presidente Artur Bernardes sancionou uma lei criando uma Caixa de Aposentadoria e Pensões para os funcionários das empresas de Estrada de Ferro do Brasil.

Mais tarde foi considerada a primeira lei brasileira de previdência social, e a data de sua criação foi escolhida para comemorar o Dia Nacional do Aposentado e da Previdência Social.

A data deveria refletir para sempre a nobreza do reconhecimento do direito do trabalhador brasileiro a uma aposentadoria digna e justa.

Mas, este dia, que deveria ser festivo, está mais para resignação, frustração e vergonha, por conta da realidade atual dos aposentados ser de extrema dificuldade, beirando a indigência na maioria dos casos, com proventos que não garantem nem a sobrevivência.

Mesmo que tecnocratas, que pelas estatísticas oficiais, garantam que a inflação para a terceira idade vem decrescendo (6,27% em 2010 contra 6,19% em 2011 – FGV), a verdade nua e crua para os aposentados deste País é justamente oposta.

Pois só no quesito saúde, o custo de remédios e tratamentos para os idosos é no mínimo o dobro do que é cobrado para os mais jovens.

Não dá para admitir que a recomposição do poder de compra dos aposentados seja sempre aquém do de outras categorias, como aconteceu recentemente quando o reajuste de mais de 8 milhões de segurados do INSS foi de 3,3% – menor que a inflação de 6,15% -, enquanto que a correção do salário mínimo foi de 8,75%.

É covardia, sim, fazer de bode expiatório a classe dos aposentados e pensionistas quando as contas públicas não fecham.

Muitas vezes, por conta de descalabros administrativo-econômicos de personalidades públicas, que têm como compromissos maiores a ganância e a perpetuação no poder.

Que este Dia do Aposentado sirva para que a sociedade, principalmente a juventude deste País, reflita quanto à realidade da questão previdenciária, para que não sejam cometidas injustiças justamente contra aqueles que dedicaram suas vidas à construção deste Nação.

Minha homenagem e respeito solidários à causa dos aposentados e pensionistas do Brasil.