Leia aqui o artigo “Dia do jovem e nossos desafios”, por Graciela Nienov

PTB Notícias 14/08/2011, 10:51


Leia abaixo artigo da presidente da JPTB do Rio Grande do Sul, Graciela Nienov, publicado no site do Diretório do PTB gaúcho: DIA DO JOVEM E NOSSOS DESAFIOS* Por Graciela Nienov Poderíamos dizer que nosso dia “dos jovens” são todos, mas como tantas outras categorias também temos um dia para comemorar, lembrando o desafio de ser jovem e conviver com o mundo de hoje, vivemos com uma tecnologia avançada, superando o mundo das drogas, o desemprego, uma educação com falhas, mas a principal, hoje podemos festejar a liberdade, liberdade de falar e agir.

Uma liberdade onde muitas vezes nos coloca em uma posição de conforto e sem vontade de lutar como lutaram os jovens na época da ditadura em busca da democracia.

Temos que lutar pelos nossos direitos, uma educação onde nos garanta igualdade na qualidade de ensino, onde as universidades federais e estaduais sejam frequentadas por quem realmente precisa, onde todos nossos jovens estudam e se preparam para garantir uma profissão digna e que tenham qualidade de vida, direito da liberdade com tempo para o ensaio e erro, para experimentações, um período marcado pela busca e muitas vezes pela irresponsabilidade.

Temos direito e tempo de tentar e tentar mais uma vez.

Mas com tudo isso não pode deixar que a irresponsabilidade torne nossa imagem como uma juventude vista como problema, ganhando visibilidade quando associada ao crescimento alarmante dos índices de violência, ao consumo e tráfico de drogas ou mesmo à expansão da Aids e da gravidez precoce, entre outros.

Não que estes aspectos da realidade não sejam importantes e estejam demandando ações urgentes para serem equacionados.

A questão é, ao conceber o jovem de uma maneira reducionista, vendo-o apenas sob a ótica do problema, somos mais, somos jovens tentando construir o presente driblando as dificuldades e desafios da vida com o dever de construir uma sociedade mais justa e igual, cuidar da natureza, se preparar para garantir um futuro onde podemos dizer que tivemos avanços positivos com a imagem da juventude, onde passamos a entender que o respeito tem o significado de usar a liberdade com sabedoria, pois a nossa liberdade termina quando começa a do próximo.

É nesse processo, permeado de descobertas, emoções, ambivalências e conflitos, que o jovem se defronta com a pergunta: “quem sou eu?” e passa a lidar com a questão da identidade, mas uma identidade que com o tempo será descoberta e sem a necessidade de se abusar ou prejudicar a si mesmo.

Parabéns a todos o nossos jovens que estão no desafio de fazer certo e construir o município, estado e Brasil melhor.

* Graciela Nienov é Presidenta da JPTB/RS