Léo Moraes cobra agilidade em Calçadão Cultural, em Porto Velho (RO)

PTB Notícias 1/08/2014, 3:40


O vereador Léo Moraes (PTB) está cobrando da Prefeitura de Porto Velho (RO) agilidade no Calçadão Cultural Manoel Mendonça – Manelão na travessa Guaporé, trecho compreendido entre a Avenida Presidente Dutra e José de Alencar no centro comercial.

Ele é autor do projeto de lei que solicitou esse novo espaço destinado para manifestações culturais.

A matéria foi aprovada em maio deste ano, seguiu para a sanção do Executivo, mas até agora não saiu do papel.

“Nós temos compromisso com os representantes da cultura que sempre nos perguntam: quando a capital vai contar com esse importante lugar tão necessário para quem aprecia música, literatura, poesia e por que não a boemia?”, disse.

Manoel Costa Mendonça, o Manelão, ganhou notoriedade em Rondônia por ser o idealizador da Banda do Vai Quem Quer, considerado o maior bloco carnavalesco da região Norte, chegando a contar no seu desfile sempre no sábado de Carnaval, com até 150.

000 foliões.

O homenageado já falecido deixou um legado na folia portovelhense.

Ele participou da fundação da Escola de Samba Pobres do Caiari, dos blocos do Bode, Escorrega lá, Vai Vem Um” bloco do Purgatório e o bloco Zé Atraca, denominação que originou a alcunha Zekatraca utilizada pelo jornalista Sílvio Santos, colunista do Diário da Amazônia e ativista cultural.

“Temos que destacar também a vida profissional do Manoel Mendonça que foi piloto e chaveiro, profissão que exerceu até o seu falecimento, mas nunca se esquecendo de colaborar com a cultura popular da nossa cidade”, destacou Léo Moraes sobre a carreira do homenageado, cuja filha Cecília Andrade passou a coordenar a agremiação carnavalesca depois da morte do pai em 2011.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do portal Rondônia ao vivo Foto: Divulgação