Léo Moraes quer explicação sobre valor de cesta básica para desabrigados

PTB Notícias 28/02/2014, 7:24


O vereador Léo Moraes (PTB-RO) apresentou um requerimento na Câmara de Porto Velho solicitando a convocação da chefe de Gabinete do prefeito Mauro Nazif (PSB), Maria de Fátima Pedrozo.

Ele quer a presença da auxiliar da administração municipal no plenário do Legislativo para explicar o empenho da compra de cestas básicas para os desabrigados por causa da cheia do Madeira, tendo em vista que o mesmo apresenta suspeita de irregularidades, conforme o parlamentar.

“De um dia para o outro o valor da cesta básica comprada pela prefeitura teve um aumento de quase 50%, o que na minha visão trata-se de indício de irregularidades”, denunciou Moraes, líder do PTB na Câmara Municipal.

“No dia 18 de fevereiro, o valor unitário era de R$ 55, enquanto no dia seguinte, ou seja, 19 de fevereiro, subiu para R$ 79”, observa o petebista.

Segundo ele, a economia com o dinheiro público, que deve ser uma rotina constante, precisa ser ainda mais respeitada neste momento lamentável para o município diante do drama de milhares de vítimas das enchentes e alagamentos.

“A administração pública deve economizar o máximo, até porque somos a favor que tenhamos recursos para se criar um fundo pós-enchente, que pode apoiar as famílias que, além de perder seus pertences, vão ficar sem produção agrícola e animal”, defendeu Léo Moraes.

Além de cobrar esclarecimento sobre a alimentação destinada às vítimas das fortes chuvas que vêm castigando Rondônia, o vereador viajou a Brasília custeando as próprias despesas e sem diárias da Câmara Municipal, para reforçar o pedido de ajuda ao governo federal.

“Pedi literalmente socorro, atenção e respeito com o nosso povo, principalmente as comunidades ribeirinhas, distritos da BR como de Jaci, Mutum, Abunã, Fortaleza do Abunã, Extrema, além de bairros de Porto Velho”, afirmou.

Léo Moraes se reuniu com o ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira, o general da Defesa Civil Nacional, Adriano Júnior, e integrantes da bancada de Rondônia no Congresso Nacional.

* Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações do portal Rondônia Dinâmica