Léo Moraes sugere que governo de RO faça convênio para formar policiais

PTB Notícias 12/03/2015, 18:41


Da tribuna da Assembleia Legislativa de Rondônia, na terça-feira (10/3/2015), o deputado Léo Moraes (PTB) destacou sua preocupação em relação ao fechamento de postos policiais em bairros de Porto Velho e sugeriu à Segurança Pública do Estado que faça um convênio com instituição de ensino privado, já que tem alocação orçamentária para que os agentes da Polícia Civil aprovados possam fazer o curso de formação e sejam finalmente contratados.

Para o parlamentar, o Estado não pode esperar seis meses, um ano, para que a Escola de Polícia seja reformada.

Moraes disse que o concurso público da Polícia Civil em vigência não atende a demanda porque foi ínfimo, já que tinha como principal função suprir a defasagem e por conta da falta de reforma da Academia de Polícia os aprovados ainda não foram chamados para fazer o curso de formação.

O petebista destacou que em 2005 foram contratados 850 policiais datiloscopistas, peritos e delegados que fizeram o curso por meio de convênio.

Léo Moraes disse que recebeu a informação de que o posto de polícia no Bairro Caladinho será fechado e o do Jardim Santana já fechou.

“A falta de ronda extensiva e monitoramento gera receio na população.

Já oficiei ao Comando e Sesdec que nos deem um retorno sobre esta situação.

Os malefícios vão surgir a curto, médio e longo prazo”, ressaltou.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da Assembleia Legislativa de RondôniaFoto: José Hilde/ALE-RO