Liziê Coelho chama atenção para a seca no semiárido do Piauí

Agência Trabalhista de Notícias 20/06/2017, 5:53


Imagem Crédito: Divulgação/Alepi

A deputada estadual Liziê Coelho (PTB-PI) chamou a atenção, na segunda-feira (19), para a aflição causada pela seca em vários municípios do semiárido do Piauí. Ela disse que Curimatá está bebendo água sem o devido tratamento por parte das Águas e Esgotos do Piauí (Agespisa), uma vez que faltam até produtos químicos na cidade.

A parlamentar trabalhista apontou como solução para o abastecimento em Curimatá a barragem Algodões II, a 30 quilômetros de distância, desde que se construa uma adutora. Liziê apelou à deputada federal Rejane Dias (PT-PI) para que, na condição de esposa do governador Wellington Dias (PT), possa sensibilizar o mesmo para o problema.

O deputado Dr. Pessoa (PSD-PI) se solidarizou com Liziê Coelho, lembrando os malefícios que a falta de água potável traz para a população de uma cidade. Ele lembrou que foi um dos lançadores da candidatura de Wellington Dias para o primeiro mandato de governador, quando ele apresentava uma cartilha para convivência com a seca.

A deputada concluiu seu pronunciamento na Assembleia Legislativa do Piauí afirmando que, embora se diga que o Estado tenha um mar de água subterrânea, na verdade nunca se solucionou o problema de abastecimento no semiárido.

Com informações da Assembleia Legislativa do Piauí