Liziê Coelho condena a extinção dos pelotões mirins em Teresina

PTB Notícias 28/08/2013, 16:11


Apesar de compor a base governista, a deputada Liziê Coelho (PTB) criticou o descaso da administração estadual com os pelotões mirins de Teresina.

Segundo da deputada, a capital do Piauí já teve 50 desses pelotões, que acolhiam cerca de 5.

500 crianças e jovens.

“Hoje, restam pouco mais de mil crianças recebendo atenção, graças ao esforço pessoal dos coordenadores.

Se sobra coragem a essas pessoas, falta boa vontade ao governo em manter essa ação que é de enorme importância quando afasta a criança, o jovem, da violência e da droga”, avaliou.

Liziê fez um resgate do que ela chamou de “via-crúsis” que vem fazendo ao longo de meses junto à Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Sasc) e a Polícia Militar; tentando fazer com que o projeto instituindo os pelotões mirins saia do papel.

“Dos pelotões que ainda restam, a maioria não recebe mais fardamento, merenda.

Até bebedouro não existe mais”, reclamou a deputada, que pretende marcar uma audiência com o governador Wilson Martins, o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Gerardo Rebelo, e o secretário da Sasc, Francisco Guedes, para saber de quem será a responsabilidade pelo gerenciamento desse projeto e o porquê da demora em colocá-lo em prática.

Aparte A deputada Rejane Dias (PT), que já dirigiu a Sasc, lembrou que os pelotões foram prioridade no governo Wellington Dias.

“Temos a convicção de que os pelotões mirins são uma das ações mais efetivas, exitosas, na prevenção do contato dessas crianças com as drogas e com a violência.

Destaco a relevância do pronunciamento da deputada Liziê Coelho, justamente no Dia do Voluntariado, gente que se doa para que ações como essa possam continuar acontecendo.

Assistimos a angústia das lideranças durante a audiência pública para debater o assunto aqui na Assembleia e cobramos do poder público a atenção devida que o caso requer.

“Liziê Coelho apelou para o líder do governo na Casa, deputado Ismar Marques (PSB), para que ele interceda junto ao governador Wilson Martins de modo a agilizar o programa.

“Os coordenadores estão fazendo de tudo para não perder essas crianças para as drogas, jovens que muitas vezes foram para os pelotões atraídos pela merenda, pela brincadeira com os amiguinhos e lá aprenderam cidadania.

“LiderançaIsmar Marques disse ter mantido contato com o comando da PM e que foi informado de que uma proposta abrangente está sendo elaborada, inclusive com ordenamento de despesa e criação de cargos para gerir esses pelotões, na capital e no interior.

“Vamos conversar com o governador Wilson Martins, com o comandante-geral da PM, com a Sasc, para obtermos informações mais seguras sobre o assunto para trazer para esta Casa.

É um tema relevante que merece atenção especial de todos nós”, ressaltou.

Agência Trabalhista de Notícias (NM), com informações da Assembleia Legislativa do PiauíFoto: Alepi