Luciano Batista discute situação das cadeias femininas na Baixada Santista

PTB Notícias 7/11/2013, 16:08


O deputado estadual Luciano Batista (PTB) visitou, na terça-feira (5/11/2013), a Secretaria da Administração Penitenciária de São Paulo e conversou com o secretário Lourival Gomes.

Após analisar os números, Luciano questionou a atual situação das cadeias femininas da região e a construção da penitenciária feminina de São Vicente.

“As cadeias femininas de São Vicente, Santos e Pariquera-Açu estão lotadas.

Infelizmente, a Baixada Santista tem uma grande demanda.

Algo é preciso ser feito urgente, e o secretário se comprometeu a tomar as medidas necessárias para que isso aconteça.

Vou acompanhar este pedido de perto”, afirmou o deputado.

O secretário Lourival Gomes mencionou sobre a construção da penitenciária de São Vicente e confirmou que o projeto encontra-se em fase de se verificar a fauna do local, depois as obras devem começar.

Além da demanda das cadeias públicas, existem as mulheres da região que estão em penitenciárias de outras cidades do estado.

Com a construção, a secretaria vai tirar a demanda de presas da Baixada que estão em São Paulo, Campinas e outras regiões, dentro do limite.

“Vamos devolvê-las à sua região, para perto de seus familiares, facilitando a visita”, comentou o secretário.

No projeto, a Penitenciária de São Vicente terá capacidade para 768 mulheres.

Hoje, existem 1.

440 presos em cadeias públicas do estado, e para atender essa demanda, há projeto de construção de quatro penitenciárias.

De acordo com os dados da Secretaria da Administração Penitenciária, em janeiro de 2011 o Estado de São Paulo tinha 170.

829 presos.

Até o dia 29 de outubro deste ano, o número cresceu para 209.

476, um aumento de 38.

647 presos, o que equivale a um crescimento mensal de 1.

122 presos.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações do site do deputado Luciano Batista (PTB-SP)Foto: Assessoria