Luiz Carlos Busato anuncia avanço nas obras em Taquarembó e Jaguari

PTB Notícias 19/06/2013, 8:26


A Arena do Grêmio, o mais moderno estádio e complexo multiuso da América Latina, recebeu no sábado (15/6/2013) o programa A Voz do Campo, com o comunicador Marcelo Brum e a equipe da Rádio Sorriso FM (103.

5), de Panambi.

O secretário de Obras Públicas, Irrigação e Desenvolvimento Urbano (SOP) do Rio Grande do Sul, Luiz Carlos Busato (PTB), prestigiou a transmissão ao lado de agricultores e lideranças do setor rural – convidados para debater O Cenário atual e as perspectivas para o futuro do agropecuário.

Responsável pela secretaria que concentra hoje as ações de irrigação, essenciais ao meio rural, Busato destacou o apoio do governo estadual no auxílio ao homem do campo com projetos e parcerias que ofertam mais segurança para plantar, colher e comercializar seus produtos.

Questionado sobre as ações da pasta, o secretário destacou que ter construído nos últimos dois anos mais de 600 açudes pelo Rio Grande do Sul.

“As obras foram realizadas, principalmente, nas regiões mais afetadas pela estiagem (coredes Campanha e Sul), inclusive, em áreas de assentamento.

Na prática, o estado investiu mais de R$ 6,6 milhões somente açudes”, informou ao brincar com os presentes e ouvintes: “só não saio divulgando cada açude que inauguro.

Mas estamos trabalhando muito em benefício do produtor rural e da produção do campo”.

O gestor estadual esclareceu que ao assumir o cargo encontrou a fase inicial de duas barragens – a Taquarembó e Jaguari – em situação irregular e freou os contratos.

“Antes de político, sou técnico.

Não farei nada que desabone o meu mandato e, muitos menos, a população.

Estamos tratando do processo de forma transparente e o andamento das obras deve ser retomado até o final do mês.

E sabendo da importância dessas obras para o estado, especialmente, para a agricultura, já estamos com quatro novos barramentos previstos”, anunciou Busato.

Trata-se das obras financiadas pelo PAC 2: barragem do Arroio Estancado (Sarandi); barragem do Rio Soturno (Nova Palma e Faxinal do Soturno); barragem do Passo da Ferraria (Bagé e Dom Pedrito) e barragem do Rio São Sepé (São Sepé).

Nesta semana, dois técnicos da SOP estão em Brasília para acompanhar a análise junto ao Ministério da Integração Nacional dos projetos das barragens de Taquarembó e Jaguari.

A primeira teve seu contrato de execução interrompido e haverá nova licitação até o final do mês.

Serão necessários novo aporte de recursos para a retomada das obras.

Em Jaguari, há R$ 11 milhões para a conclusão da primeira etapa.

Nova licitação será aberta para a condução da segunda fase da obra.

Sobre o programaA Voz do Campo é transmitido por doze emissoras de rádio do estado – Itapevi, Guaramano, Ciranda, Santo Ângelo, Nova, Verdes Pampas, Sorriso, Landel, Carazinho, Planalto, Tapense, Web Carazinho -, alcançando mais de 300 municípios e cerca de 4 milhões de gaúchos.

* Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do portal da Secretaria de Obras Públicas, Irrigação e Desenvolvimento Urbano do Rio Grande do Sul