Luiz Francisco Barbosa confirma intenção de candidatura ao senado

PTB Notícias 11/11/2009, 10:46


O Diretório Estadual do PTB gaúcho reuniu-se nesta segunda-feira, 09/11, em Porto Alegre, na nova sede do Diretório Metropolitano, na Avenida Erico Verissimo, e decidiu que lançará a candidatura do deputado estadual Luis Augusto Lara, seu presidente, para o governo do Rio Grande do Sul, nas eleições do próximo ano.

Presente na reunião, o advogado Luiz Francisco Correa Barbosa fez uma intervenção dura e avisou que é candidato a uma vaga de senador, e que concorre para combater a corrupção e a promiscuidade que tomou conta da política.

Barbosa avisou que não admite o clima vigente no Estado do Rio Grande do Sul, de ameaças políticas por todo lado, a partir de investigações que são usadas com objetivos escusos.

Ele também tomou a iniciativa de ligar para o senador Sérgio Zambiasi e marcar uma urgente reunião na tarde desta terça-feira, em Brasília.

Por isso, o advogado viaja às 11 horas para Brasília.

E voltará à noite, após essa reunião com Zambiasi, na qual pretende colocar às claras a posição do partido quanto as candidaturas majoritárias.

Barbosa não admite que o PTB gaúcho fique a reboque de ninguém: “Nosso partido é o único no Estado que tem uma lista completa de 133 candidatos a deputado estadual.

Como só são admitidos 90 candidatos, vamos ter que relevar muitos nomes bons.

A mesma coisa acontece na lista de candidatos a deputado federal.

E tem mais, só nós estamos cumprindo com a obrigação de termos um terço de candidatas mulheres.

E são candidaturas para valer”.

Conforme Luiz Francisco Correa Barbosa, tudo se definirá até sábado, quando será realizada a convenção do PT, no auditório Dante Baroni da Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul.

Após a reunião com Sérgio Zambiasi, nesta terça-feira, Barbosa irá conversar com o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, também em Brasília.

Barbosa é advogado de Jefferson no processo penal do Mensalão, esquema corruptor montado pelo PT para a compra de apoios políticos de parlamentares e partidos ao governo Lula que foi denunciado por Roberto Jefferson.

Fonte: Agência Trabalhista de Notícias