Luiz propõe que rede hospitalar forneça coletor de incontinência urinária

PTB Notícias 18/03/2013, 17:12


A rede hospitalar de Mato Grosso será obrigada a fornecer, quando necessário, coletor de incontinência urinária para pacientes que apresentarem problema.

Projeto de lei de autoria do deputado estadual Luiz Marinho (PTB) estabelece que as unidades de saúde tenham à disposição esse tipo de recurso aos pacientes, a fim de fim de ampliar a resolubilidade do processo de reabilitação, contribuir para a equiparação de oportunidades e inclusão da pessoa incontinente ao convívio social.

“Agora nós podemos ampliar o atendimento para todos os pacientes que apresentarem incontinência”, explica o parlamentar.

A incontinência urinária é uma condição multifatorial que afeta muitas pessoas, em diferentes faixas etárias.

Estima-se que entre 15% e 30% da população acima de 60 anos apresente algum grau de perda involuntária de urina.

“Essa condição constrangedora, de perda involuntária de urina, tem consequências avassaladoras na qualidade de vida das pessoas, causando muitas vezes marginalização do convívio social, frustrações psicossociais e institucionalização precoce”, esclareceu.

O petebista Luiz Marinho afirma que é de especial importância o conhecimento prévio de todo o processo fisiológico normal de continência, para que possamos intervir diretamente e de forma conservadora nos cuidados da pessoa com essa dificuldade.

“Quem sofre de incontinência se considera uma pessoa saudável, mas com uma condição socialmente debilitante”, explica.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da Assembleia Legislativa de Mato Grosso