Lula Cabral apresenta projeto da Praça 9 de Julho a artistas cabenses

PTB Notícias 19/04/2011, 15:04


O prefeito do Cabo de Santo Agostinho, Lula Cabral (PTB-PE), apresentou aos integrantes do Movimento Teatral do Cabo, na tarde desta segunda-feira (18/04), o projeto para construção da Praça 9 de Julho, que será implantada no espaço da antiga Fábrica Sarabor (às margens da PE-60).

O encontro foi realizado no auditório do Centro Administrativo Municipal (CAM), e contou com a participação do vice-prefeito José Ivaldo Gomes, do chefe do Gabinete, Dermeval Florêncio, e dos secretários Rinaldo da Costa (Cultura e Lazer), Oswaldo Vieira de Melo (Infraestrutura) e Luiz Pereira (Governo).

A Praça 9 de Julho terá uma extensão de 20 mil m² e possuirá espelho d”água, explanada, rampa, estacionamento, um palco fixo com salão para exposições, camarins e sanitários no térreo, um teatro com capacidade para 600 pessoas, além de uma passarela que fará ligação com o bairro da Cohab.

Na ocasião, o prefeito solicitou um nome para o novo teatro e os artistas sugeriram Francisco Alves.

Esse que foi uma das maiores expressões teatrais do município e um dos fundadores do Grudage, grupo teatral cabense com 29 anos de atuação.

“A construção desse equipamento é parte do compromisso que a gestão municipal tinha com os nossos artistas.

Com ele será possível atender a todos que fazem parte da cultura cabense”, ressaltou Lula Cabral, que foi presenteado com o troféu Francisco Alves, pelo Movimento Teatral do Cabo.

De acordo com o secretário Rinaldo da Costa, a iniciativa vem coroar um trabalho, iniciado em 2005, pelo prefeito Lula Cabral.

“Esse equipamento fará o Cabo ser destaque na área cultural”, destacou.

Segundo ele, o nome dado ao teatro foi uma justa homenagem ao artista cabense, que tanto lutou para ver a cidade com esplendor.

Para a integrante da Companhia Teatral Trevo Pernambucano e do Ministério do Riso, Ana Emilia dos Prazeres, 33, esse é um sonho prestes a ser realizado.

“O projeto está maravilhoso.

Era tudo o que precisávamos”, disse.

Agência Trabalhista de Notícias, (IS) com informações da Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho