Madalena Britto quer incluir Arcoverde no Sistema Nacional de Cultura

PTB Notícias 6/05/2013, 6:18


O município de Arcoverde (PE) manifestou formalmente ao Ministério da Cultura a intenção de aderir ao Sistema Nacional de Cultura (SNC).

De acordo com o diretor municipal de Cultura, Gustavo Azevedo, foi encaminhada na quinta-feira (2/5/2013) a documentação necessária a dar início ao processo de adesão.

A prefeita Madalena Britto (PTB) gentilmente recebeu o COCAR para uma entrevista sobre essa iniciativa de seu governo, que, sem dúvida, se constitui no passo inicial para institucionalização de políticas culturais permanentes no município.

Confira abaixo a entrevista.

COCAR: No mês passado, foi anunciado que o município de Arcoverde irá fazer adesão ao Sistema Nacional de Cultura.

Quais as vantagens desta iniciativa para o segmento cultural arcoverdense?PREFEITA MADALENA BRITTO – Esse é um avanço imprescindível para legitimação do diálogo entre a comunidade artística e os poderes públicos.

No nosso caso, o municipal dá o ponta pé inicial, para que possamos formular e aplicar juntos uma política pública de cultura permanente.

COCAR: Em 2012, a comunidade artística encaminhou ao Poder Executivo uma minuta de projeto de lei criando o Sistema Municipal de Cultura em Arcoverde.

Esse documento será considerado na elaboração do projeto de lei que seu governo enviará à Câmara Municipal?PREFEITA MADALENA BRITTO – Nós iremos apreciar o documento e, com certeza, considerar os possíveis pontos de relevância.

Mas, diante da adesão ao Sistema Nacional de Cultura, o próximo passo será a criação de um Conselho de Política Cultural, para que possamos elaborar o Plano de Cultura Municipal.

Tudo isso, com todas as representatividades contempladas, de maneira a valorizar a Cultura na nossa terra, como ela merece.

COCAR: Uma grande novidade a ser introduzida pelo Sistema de Cultura é a democratização das decisões acerca de políticas para a cultura, com a criação do Conselho Municipal de Cultura, composto por representantes da Prefeitura e da Sociedade Civil.

O que o senhora acha da participação da comunidade cultural na definição de políticas para a área?PREFEITA MADALENA BRITTO – A participação da comunidade cultural na definição de políticas de cultura é essencial.

Não se pode pensar num coletivo sem as devidas representações.

Ouvir, debater, analisar, acordar faz-se necessário e é uma conquista sem volta.

O Sistema Nacional de Cultura vem com o propósito de se firmar, independentemente da alternância de poder, para que, assim, todos os projetos possam ter continuidade.

COCAR: Como se dará a adesão de Arcoverde ao Sistema Nacional de Cultura e em quanto tempo este processo estará concluído?PREFEITA MADALENA BRITTO – O município assinou a adesão no último dia 02 de maio, quando encaminhou toda a documentação ao Ministério da Cultura.

A previsão é que em um mês obtenhamos a resposta do MinC e a partir daí, possamos cumprir com todas as exigências do ministério (Criação do Conselho Municipal , Plano de Cultura, Conferência e Fundo) e, claro, receber em contrapartida todo o apoio para o desenvolvimento das políticas públicas de cultura.

* Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do portal Cocar