Marcelo Moraes conhece central de monitoramento de segurança de Santa Cruz

PTB Notícias 16/10/2011, 9:44


Na tarde da última sexta-feira (14/10), o deputado estadual Marcelo Moraes (PTB) visitou a central de monitoramento que reforça a segurança da comunidade de Santa Cruz do Sul e que completa 16 dias de funcionamento.

Inaugurada em 28 de setembro, a central está localizada em um espaço adaptado na Secretaria Municipal de Educação, onde os agentes da Guarda Municipal monitoram as imagens registradas em tempo real pelas câmeras espalhadas pela cidade.

O deputado do PTB gaúcho destacou que o serviço está em face inicial e que ainda não há estatísticas da operação, mas adiantou que o sistema já reduziu os índices de criminalidade na cidade.

Inicialmente, foram instalados 20 aparelhos de videomonitoramento, que são acompanhados pela Guarda Municipal durante 24 horas.

As imagens também serão compartilhadas com a Brigada Militar.

Os aparelhos foram instalados em pontos estratégicos de Santa Cruz, onde há registro de grande circulação, como as ruas do Centro, rodovias, acessos e locais considerados de risco e de maior registro de ocorrências.

A tecnologia permite a identificação precisa de veículos e pessoas num raio de até 400 metros, com mobilidade de 360 graus dos equipamentos.

A proposta de criação da central foi iniciativa de Marcelo Moraes, durante sua gestão à frente da Secretaria de Transportes e Serviço Público de Santa Cruz do Sul, em parceria com o coordenador da Guarda Municipal, Reginaldo Martins Brito de Campos.

Com investimento total de R$ 1 milhão, o projeto contou com recursos do Programa Nacional de Segurança com Cidadania (Pronasci) e contrapartida de R$ 150 mil da prefeitura, que investiu na instalação de 20 câmeras.

Segundo Marcelo Moraes, os recursos do governo federal permitiram que o município economizasse cerca de R$ 100 mil na implantação do projeto e melhorasse sua proposta inicial.

Sem os recursos do Pronsaci, a previsão era de que a prefeitura tivesse de investir R$ 250 mil para a instalação de apenas quatro câmeras.

fonte: site do PTB – RS