Marcos Crippa quer sede própria para Programa Criança Cidadão do Futuro

PTB Notícias 8/07/2013, 8:02


O presidente da Câmara de Catanduva (SP), vereador Marcos Crippa (PTB), por meio de requerimento elaborado, solicitou ao Executivo que una forças para que seja construída uma sede própria do Programa Criança Cidadão do Futuro.

Conforme o documento elaborado, Crippa afirmou que “já aconteceram manifestações espontâneas de importantes órgãos governamentais do estado, no sentido de estimularem essa Instituição a adquirir um terreno para a construção de sua sede própria, com a argumentação de que existem caminhos para se conseguir verbas públicas para a construção do imóvel, inclusive com declarações de ajudas à formalização e encaminhamento do processo necessário, sem furtarem-se dos trâmites legais, inclusive de Sílvia Maria de Castilho Laguna, Diretora da DRADS- Diretoria Regional de Assistência e Desenvolvimento Social de São José do Rio Preto”.

O Programa Beneficente “Criança, Cidadão do Futuro”, criado em 26 de agosto de 1996, e fundado como Instituição em 21 de julho de 1998, é uma sociedade civil de caráter beneficente, educativa e filantrópica, sem fins lucrativos.

Ainda segundo o vereador, a presidente do programa, professora Eliete Estevam Gomes, comunicou que a informaram de que ao lado da Unidade Básica de Saúde do Conjunto Habitacional ” Theodoro Rosa Filho” existe uma área do município passível de doação.

Para Crippa, uma nova sede ampla faria com que o número de atendidos no projeto fosse ainda maior.

O Programa Criança Cidadão do Futuro oferece aos seus educandos reforço escolar, cursos profissionalizantes como informática, eletricista instalador, comandos elétricos, eletrônica, autoelétrica, manicura e cabeleireira, artesanato e dança de salão.

Também disponibiliza o Programa de Educação para o Trabalho, orientação sexual, catequese, música, fanfarra, coral, ordem unida e cidadania, esporte e lazer, dentre outros, cujas atividades são desenvolvidas atendendo uma carga horária de quatro horas por período, que se subdividem das 7h30 às 11h30, e das 13h às 17h.

“A unanimidade sobre o excelente conceito que o Programa Beneficente “Criança, Cidadão do Futuro” conquistou junto a população de nossa cidade é fato, que a cada ano se solidifica ainda mais, através do número de crianças e adolescentes que atende”, afirma.

Ainda conforme o documento, há dez anos o Programa já contabilizava 400 jovens sendo atendidos com aqueles que encontravam-se inseridos no mercado de trabalho.

Em 2004 esse número saltou para 450, com uma lista de espera que somava 300 adolescentes.

A partir de 2005 o número se repetiu e em 2006 já era de 600 alunos, com 180 inseridos no mercado de trabalho, além de uma lista de espera que ultrapassava 350.

Em 2007 somavam 700 alunos, com 250 inseridos no mercado de trabalho e mais 250 aguardando vagas.

Este número se repetiu em 2008, até que em 2009, além de 700 alunos atendidos, também se registrava uma espera de mais de 400 outros.

Em 2011 os números eram de 600 alunos atendidos pelo Programa, com mais de 300 outros inseridos no mercado de trabalho, totalizando aproximadamente mil.

Hoje são disponibilizadas vagas para 800 alunos, com mais de 300 inseridos no mercado de trabalho e uma lista de espera que ultrapassa a casa de 400 interessados.

“É certo que se houvesse espaço físico certamente este Programa estaria atendendo aproximadamente 1500 jovens, talvez mais”, informa.

“Com a eficácia do trabalho, além da demanda que apresenta uma lista de espera cada vez maior, bem como o anseio em transformar esse Programa em um Centro de Qualificação Profissional para adolescentes, entendemos que se faz necessário que as autoridades constituídas do nosso município somam esforços no sentido de propiciar um local mais amplo para essa Instituição”, complementa.

O requerimento deverá ser votado na primeira sessão ordinária depois do recesso parlamentar.

* Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do portal O Regional