Mares Guia diz que ação da PF não prejudica andamento de obras do PAC

PTB Notícias 22/05/2007, 15:09


O ministro das Relações Institucionais, Walfrido Mares Guia (PTB/MG), afirmou nesta terça-feira que não há qualquer tipo de preocupação no Governo com o fato de obras do programa de aceleração do crescimento (PAC) estarem no alvo da quadrilha que fraudava licitações, desbaratada na última semana pela Polícia Federal.

Segundo ele, a ação da PF mostra que o governo está conseguindo desarticular esses grupos.

“O que preocuparia o governo seria exatamente o oposto: a gente não ter competência para poder fazer a busca e apreensão e a procura das pessoas que não estão agindo com compostura e o comportamento desejado por todos nós”, afirmou.

Mares Guia disse ainda que o Governo vem fiscalizando com rigor e sendo cauteloso na escolha dos funcionários para a máquina pública, mas afirmou que não há como evitar que pessoas com bom currículo, como o assessor especial do Ministério de Minas e Energia Ivo Almeida Costa, preso pela PF, sejam nomeados para cargos no governo.

“Já há uma preocupação enorme (com a fiscalização).

Hoje ninguém assume um cargo de primeiro, segundo, terceiro escalão, de DAS para cima, sem que haja uma pesquisa na folha (do indicado), além da análise do currículo.

Isso é uma rotina.

Acontece há muito tempo, mas você não tem como prever que uma pessoa que tenha bom desempenho, bom currículo, não possa cometer um ilícito”, ressaltou o petebista.

Segundo ele, ações como a desta quinta-feira mostram que instituições como Controladoria Geral da União (CGU), Ministério Público e Polícia Federal estão funcionando.

Ele observou, porém, que é preciso cautela porque ninguém deve ser condenado a priori.

Disse ainda que o envolvimento de servidores públicos e políticos no esquema de fraude não fragiliza o PAC.

“Não vamos dizer que um prédio de 30 andares vai deixar de ser construído porque um caminhão de areia foi mal administrado”, finalizou o ministro.

Agência Trabalhista de Notícias (com informações do Globo online)