Marlene Campos Machado assume presidência do PTB Mulher

PTB Notícias 12/12/2014, 19:20


Na convenção nacional do PTB realizada nesta sexta-feira (12/12/2014), na cidade do Rio de Janeiro, a presidente nacional do partido, deputado federal eleita Cristiane Brasil (RJ), nomeou Marlene Campos Machado como a nova presidente nacional do PTB Mulher.

Cristiane renunciou à presidência do movimento feminino da sigla.

“A gente tem que dividir para crescer.

Acho que já fiz muito pelas mulheres.

E não posso acumular o movimento com a presidência nacional do PTB.

Por isso, renuncio o PTB Mulher e nomeio Marlene Campos Machado como a nova presidente.

O movimento está em boas mãos”, afirmou Cristiane, ao designar o cargo à vice-presidente nacional e presidente do PTB Mulher de São Paulo.

Em pronunciamento como a nova presidente do PTB Mulher, Marlene Campos Machado agradeceu a confiança e disse se sentir honrada e feliz por assumir o movimento em nível nacional.

Na ocasião, Marlene pediu apoio às lideranças estaduais do partido, para que o PTB Mulher desenvolva trabalhos cada vez melhores.

“A participação de vocês é muito importante”, frisou.

Ainda em seu discurso, Marlene Campos Machado lembrou que depois de 30 anos o PTB volta a ser liderado por uma mulher.

Sobrinha-neta de Getúlio, fundador do PTB, em 1945, Ivete Vargas foi a primeira mulher a presidir a legenda, de 1980 a 1984, e responsável por liderar sua refundação, com a redemocratização do país.

“O nosso PTB não é um partido machista como é a política.

Por você hoje ser a nossa presidente, Cristiane, demonstra que estamos tendo o direito da igualdade.

Isso é muito importante para nós, e que serve de exemplo para os demais partidos.

Isso mostra que somos competentes, que somos capazes”, disse Marlene.

“Precisamos de pessoas comprometidas com o nosso partido.

O PTB está nas mãos certas.

E quero realmente poder estar agora à frente do PTB Mulher.

Me sinto honrada, feliz, como presidente do PTB Mulher, e quero estar ao seu lado para conduzir da melhor forma possível.

” Agência Trabalhista de Notícias (ELM e Felipe Menezes)Foto: Murilu Dantas/Divulgação