Marlene Campos Machado comenta estudo do IPEA sobre as mulheres

PTB Notícias 29/03/2014, 9:00


A presidente estadual em SP e vice-presidente nacional do PTB Mulher, Marlene Campos Machado, manifestou profunda preocupação com o resultado de um estudo realizado pelo IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), que demonstra haver muita tolerância no Brasil em relação a atos de violência contra a mulher.

No quesito apresentado, “mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas?”, cerca de 65% dos entrevistados concordaram, total e parcialmente.

Para a pergunta “se as mulheres soubessem como se comportar, haveria menos estupros?”, quase 60% concordaram.

“Isso é um absurdo e demonstra o quanto temos que lutar.

Pelo que li, os resultados deixaram os próprios pesquisadores estarrecidos, pois mais de 66% dos 3.

800 entrevistados eram mulheres.

“”E há uma latente dubiedade, quando se trata do assunto, em nosso país, pois, para outras questões, os resultados apontados seguem na direção oposta: 91% condenaram a violência doméstica.

“”Só vamos mudar este quadro com uma reforma total no sistema educacional, especialmente o Ensino Fundamental.

Precisamos aplicar, ao menos, 10% do PIB na Educação.

“”São imperativos, além de maior investimento em educação, realização de campanhas de conscientização social nas escolas e para a população em geral, no sentido de esclarecer que o problema está no agressor, no assediador e não na vítima, e mecanismos para punir exemplarmente aqueles que ousarem maltratar ou violentar uma mulher”, concluiu Marlene Campos Machado.

” * Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do PTB-Mulher-SP Foto: Divulgação/PTB-Mulher-SP