Marlene Campos Machado é homenageada com a Medalha Ruth Cardoso

PTB Notícias 24/03/2015, 18:50


A presidente nacional do PTB Mulher, Marlene Campos Machado, recebeu, na segunda-feira (23/3/2015), uma das homenagens de maior prestígio à causa feminina: a Medalha Ruth Cardoso.

Outorgada pelo Conselho Estadual da Condição Feminina, a homenagem foi entregue a cinco personalidades e uma entidade, em cerimônia realizada no auditório Franco Montoro da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp).

“Somos metade da população, mas menos de 10% no Legislativo e no Executivo.

Temos que participar ativamente da política.

Lutar por um país mais justo, mais humano”, afirmou Marlene, premiada com a medalha neste ano por conta de seu trabalho social e por sua liderança política à frente de mais de 150 mil mulheres só no Estado de São Paulo.

Em seu discurso, Marlene também ressaltou o trabalho da delegada Rosemary Correa, que, além de presidente do Conselho, é fundadora das Delegacias da Mulher.

“Você é uma grande lutadora, que vem desenvolvendo um grande trabalho junto às mulheres, no combate à violência contra mulher.

“Rosemary Correa lembrou que o trabalho pela valorização da mulher se reflete em toda a família.

“Nós sabemos o quão árduo é o desafio para que os chefes de Estado compreendam que estamos trabalhando em benefício da família”, discursou a anfitriã do evento.

Já o vice-presidente de Mobilização e Articulação Política do PTB e secretário-adjunto de Justiça e da Defesa da Cidadania de São Paulo, Luiz Souto Madureira, ressaltou o apoio do órgão a iniciativas que fomentam o protagonismo feminino.

“Mostrar que a mulher é capaz que, com vontade de vencer, ela chegará aos seus objetivos é o nosso trabalho, juntos e com a força e a sensibilidade da mulher podemos construir, não apenas um Estado, mas sim um Brasil melhor”, afirmou o secretário, também acompanhado de seu chefe de gabinete, Luiz Flaviano, e do prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão.

“Nós podemos e quando queremos vamos em busca e conseguimos alcançar”, disse a deputada Maria Lúcia Âmary (PSDB), 1ª vice-presidente da Mesa Diretora da Alesp.

Já a deputada estadual Leci Brandão (PCdoB) apontou a necessidade de mudanças estruturais: “Temos que ter uma reforma política”.

Neste ano, além de Marlene, também foram premiados a pesquisadora Jacira Viera de Melo, Leonor Sá Machado (presidente da Bridge), a promotora Maria Gabriela Prado Mansur e Wilma Kiyoko Vieira Motta (fundadora do Instituto Sergio Motta) e o programa Casas Abrigo Regional Grande ABC, que desenvolve desde 2003 um trabalho com mulheres que sofreram violência doméstica.

Também estavam presentes Luiz Carlos Motta (presidente da Fecomerciários), Dalva Berto e Cida Palota (PTB de Valinhos), Marly Lamarca (presidente municipal do PTB Mulher), Clarisse D´Urso, Carla Tudisco, Fernanda Brito, Rejane Dias Torres, a cantora Paulah Gauss, a empresária Lilian Gonçalves, Alessandra Calabresi, Kátia (representante de Marcos da Costa) e Larissa Campos Machado.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações do PTB-SPFotos: Divulgação