Marlene Campos Machado participa do lançamento da ASAS em S.Paulo

PTB Notícias 16/03/2014, 20:02


Na noite da última quarta-feira (12/03/2014), a presidente estadual e vice-presidente nacional do PTB Mulher, Marlene Campos Machado, prestigiou a posse da Diretoria e dos Conselhos Deliberativo e Fiscal da ASAS – Associação das Advogadas, Estagiárias e Acadêmicas de Direito do Estado de São Paulo.

A cerimônia foi realizada no Salão Nobre da Universidade de Direito da USP, no Largo São Francisco, e contou com palestrantes renomados e presenças ilustres do universo jurídico, como a Dra.

Eliana Calmon, ex-ministra do Superior Tribunal de Justiça, a Desembargadora Dra.

Angélica Maria Mello de Almeida e a Professora Dra.

Ada Pellegrini Grinover, entre outras autoridades.

A nova entidade, presidida pela advogada Rosana Chiavassa, vai lutar pelo cumprimento das leis de proteção às Mulheres e por causas como a abertura das Delegacias da Mulher nos finais de semana.

Logo após a solenidade de posse, Rosana deu início às palestras sobre o Empoderamento da Mulher.

A presidente Marlene saudou a iniciativa: “este grupo inicial de 110 mulheres atuantes no meio social, e muito corajosas, sob a liderança da Dra.

Rosana, está fazendo história.

Elas reuniram numa associação toda a experiência e o conhecimento de brilhantes juristas femininas, a força da advocacia paulista e jovens operadoras do Direito.

Tenho certeza de que a luta pelos nossos direitos e o posicionamento da Mulher como protagonista das transformações sociais ganharam um grande reforço, com a ASAS.

“”O PTB Mulher está junto nessa causa e podem contar com todo o nosso apoio”, afirmou Marlene Campos Machado.

Foto: Marlene Campos Machado com a Min.

Eliana Calmon e com a Presidente da ASAS, Rosana Chiavassa.

SAIBA UM POUCO MAIS SOBRE A ASASEntidade feminina voltada à igualdade entre mulheres e homens através da construção de uma sociedade harmoniosa e de respeito.

DescriçãoASAS – ASSOCIAÇÃO DAS ADVOGADAS, ESTAGIÁRIAS E ACADÊMICAS DE DIREITO DO ESTADO DE SÃO PAULOIntegramos, por disposição constitucional, o tripé da Justiça, e sabemos que a advocacia se realiza na escuta das aflições alheias, na ida ao cartório judicial, na feitura de uma peça jurídica, na comemoração de uma sentença justa.

E sabemos mais! Ela se realiza nos espaços fechados do escritório, na pesquisa pela “net”, na conversa compartilhada com colegas.

E é por isso, e seguindo o caminho, que lançamos a ASSOCIAÇÃO DAS ADVOGADAS, ESTAGIÁRIAS E ACADÊMICAS DE DIREITO DO ESTADO DE SÃO PAULO.

A advocacia, no Estado de São Paulo e no Brasil, só vestirá completamente a roupa da humanidade quando a mulher advogada, a estagiária e a acadêmica de Direito, tiverem conquistados e consolidado seu espaço de representação política.

Não em descompasso, não em plano inferior, mas em patamar de igualdade com os homens.

Sabemos que a profissional do Direito, a despeito das inovações que trouxe à reflexão para a superação de diversos problemas da vida em sociedade, não encontra, nos quadros do poder, o merecido reconhecimento.

Ainda, o aumento da representação política é tarefa árdua a ser perseguida, pois vivifica a noção de cidadania.

Sabemos, também, que mundialmente as mulheres de diversos segmentos sociais e profissionais dedicam-se incansavelmente para o progresso e bem estar da humanidade.

Assim, nós, as advogadas, estagiárias e acadêmicas de Direito optamos pela criação de uma associação civil, com vistas a contribuir para a transformação social, garantindo a fala da mulher no mundo jurídico e em todas as instâncias da vida em sociedade.

A Associação das Advogadas, Estagiárias e Acadêmicas de Direito do Estado de São Paulo é associação civil, sem fins lucrativos, com caráter político, mas apartidária, cuja finalidade é capacitar, estimular e apoiar as mulheres.

PRINCÍPIOSA Associação das Advogadas, Estagiárias e Acadêmicas de Direito do Estado de São Paulo, no desenvolvimento de suas atividades, se norteará pelos princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade, economicidade e eficiência, zelando pelo cumprimento da Constituição da República Federativa do Brasil, não fazendo nenhuma distinção – quanto à raça, nacionalidade, cor, posição social, credo político ou religioso – para o ingresso de pessoas no seu quadro de associadas e desenvolvimento de seus trabalhos, destacando-se seu compromisso com:a.

a igualdade entre mulheres e homens no gozo de seus direitos civis, políticos, econômicos, sociais e culturais, sem distinção de gênero, raça, etnia, estado civil, idade, ascendência e descendência, condição social, sexualidade e crença;b.

a luta para a construção de uma sociedade onde as relações humanas sejam fundadas na harmonia e respeito;c.

o empenho para a garantia do livre arbítrio da mulher, especialmente no que se refere aos seus direitos reprodutivos;d.

a solidariedade com as causas da mulher no mundo, estimulando o estreitamento das relações entre as latino-americanas.

ASAS NO FACEBOOK: https://www.

facebook.

com/asassaopaulo