Matos pede posto de saúde para região do Parque Alvorada, em Dourados

PTB Notícias 13/05/2014, 13:09


Preocupado com o alto crescimento populacional na região que compreende os bairros Parque Alvorada, jardins Universitário e Dona Valéria, vilas São José, Alvorada, Aurora, os residenciais Monte Carlo e Itaju I e II, além da Vila Militar e outros, o vereador Raphael Matos (PTB) solicitou ao Poder Executivo de Dourados (MS) que viabilize a implantação de um posto de saúde naquela região da cidade.

Para Matos, um posto de saúde neste local seria de suma importância para a população, melhorando sobremaneira o atendimento aos usuários, haja vista que atualmente esses cidadãos precisam se deslocar até o posto de saúde da Seleta, onde, na maioria das vezes, é elevada a demanda de atendimento, devido ao fato de também atender a região do Grande Flórida.

“Como o posto da Seleta já atende a uma significativa parcela da população, moradores da região do Grande Flórida, e diante das inúmeras solicitações que nos chegam diariamente, para que seja construído um posto de saúde na região do Parque Alvorada, encaminhamos esta reivindicação ao Executivo Municipal solicitando estudos e o empenho no sentido de que uma unidade de saúde seja implantada naquela região”, justifica.

Outros serviçosNa sessão ordinária mais recente da Câmara Municipal, Raphael Matos também solicitou que fosse feita a recuperação, por meio de recapeamento de toda a malha asfáltica das ruas Oliveira Marques, no trecho entre as ruas Eulália Pires e Aziz Rasslen, e Clóvis Bevilácqua, no trecho entre as ruas Monte Castelo e Roma.

Raphael Matos também protocolou, pela segunda vez, requerimento ao governo do Estado solicitando informações sobre os recursos oriundos do Fundersul, bem como informações sobre investimentos nos distritos de Dourados.

“Penso que os recursos do Fundersul devam trazer benefícios aos moradores dos diversos distritos, na zona rural de nossa região”, diz Raphael, manifestando “preocupação especial” com os distritos de Itahum e Macaúba, “estes os mais distantes, onde os moradores nos cobram muito, pois possuem um sentimento de abandono por parte do poder público”.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da assessoria do vereador Raphael Matos (PTB-MS)Foto: Divulgação