Mical Damasceno parabeniza os 74 anos do PTB e faz balanço dos primeiros meses de seu mandato

Agência Trabalhista de Notícias - 16/05/2019, 10:46

Crédito: Divulgação

Imagem

A deputada Mical Damasceno (PTB) subiu à tribuna da Assembleia Legislativa do Maranhão, na quarta-feira (15), para parabenizar os 74 anos do Partido Trabalhista Brasileiro. A parlamentar é a primeira mulher eleita a deputada estadual pelo PTB maranhense.

A parlamentar ressaltou a importância do PTB na história de lutas e conquistas do povo brasileiro, tendo em vista ser o pioneiro na defesa do voto feminino, que consolidou os direitos trabalhistas e assegurou também a liberdade religiosa.

“Tenho a grata satisfação de celebrar, com toda essa grande família, os 74 anos do partido mais importante da história da política brasileira. Afirmo isso consciente da responsabilidade que todos temos em honrar a história de lutas e conquistas de nosso partido. São 74 anos e um legado de amor à pátria. Por isso, nesta celebração, todos nós petebistas devemos olhar para o futuro, firmados em um passado que nos permite afirmar como o profeta Samuel”, destacou.

A deputada finalizou este tema falando da gratidão e satisfação em fazer parte dessa grande família do PTB.

Primeiros meses

Ainda em seu discurso, a deputada destacou os primeiros meses de seu mandato legislativo, relembrando o dia em que subiu à tribuna pela primeira vez, há 104 dias, ocasião em que demonstrou sua gratidão a Deus e seu privilégio e empenho em representar o segmento evangélico.

A deputada falou sobre os projetos de lei de sua autoria e as solicitações por ela feitas ao governo do Estado, quais sejam: projeto de lei que considera Patrimônio Cultural Imaterial do Estado o Círculo de Oração; projeto de lei que considera a banda de música do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão Patrimônio Imaterial do Estado; projeto de lei que reserva às mulheres 20% das vagas oferecidas nos concursos públicos para provimento de cargos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão.

E ainda o projeto de lei “Apague essa ideia”, voltado para políticas públicas de combate ao consumo de drogas; indicações para recuperação asfáltica de São Vicente de Ferrer a Pedro do Rosário e extensão da estrada do povoado Aquiles Lisboa à cidade de Cururupu (MA), dentre outras indicações nesse sentido.

A deputada salientou, também, suas ações em prol da educação no Maranhão, como a solicitação de reforço da Patrulha Escolar; viabilização de um polo universitário da UEMA em Viana; unidade do Colégio Militar do Corpo de Bombeiros em Viana e a unidade do Corpo de Bombeiros Militar. E, ainda, um posto de saúde para o município de Imperatriz no residencial Itamar Guará.

Mical Damasceno destacou a criação da Frente Parlamentar em Defesa da Família, por ela solicitada. “O poder público necessita entender que a educação começa em casa, o combate às drogas começa em casa, o combate ao feminicídio e aos mais horrendos crimes também começam em casa. Desse modo, o maior investimento feito por um gestor é quando ele toca na raiz do problema, na base, no alicerce, e esse alicerce reside na família”, destacou.

Com informações da Assembleia Legislativa do Maranhão