Ministra Tereza Campello parabeniza trabalho do secretário Luís A. Lara

PTB Notícias 4/11/2013, 7:13


Durante visita ao Rio Grande do Sul, na sexta-feira (1/11/2013), a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Tereza Campello, participou da formatura dos cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) em Alvorada.

Na oportunidade, a ministra afirmou que o Rio Grande do Sul é o estado com maior número de inscrições nos cursos gratuitos de qualificação profissional voltado às pessoas inseridas no Cadastro Único para os Programas Sociais do governo federal: desde 2011, já são 98,4 mil matrículas.

Na ocasião, a ministra parabenizou o secretário de Estado do Trabalho e do Desenvolvimento Social, Luís Augusto Lara (PTB), responsável pela coordenação desses cursos do Pronatec, na modalidade de Formação Inicial e Continuada (FIC), no estado.

“Hoje, estamos comemorando 800 mil vagas do Pronatec preenchidas no Brasil e o Rio Grande do Sul é o nosso melhor exemplo, secretário Luis Augusto Lara.

Cem mil vagas estão aqui, onde o resultado é muito melhor, pois estamos somando forças e trabalhando em conjunto”, declarou a ministra.

O secretário Lara destacou que o alinhamento entre os governos federal, estadual e os gestores municipais “somos o estado recordista na qualificação profissional e quem trouxe mais de 130 mil pessoas para os programas sociais em um ano.

Os números mostram que estamos cumprindo nossa missão principal, que é acolher as pessoas nos programas sociais, qualificá-las e inseri-las no mercado formal de trabalho para que tenham a oportunidade de se emancipar dos programas”, apontou Lara.

Pronatec-FIC O programa prevê a oferta gratuita de qualificação profissional para pessoas inscritas ou em processo de inclusão no Cadastro Único, onde os cursos são de Formação Inicial e Continuada (FIC), ou seja, cursos de curta duração, que oferecem transporte e alimentação aos alunos.

No Rio Grande do Sul, o Pronatec-FIC faz parte do Plano Estadual de Qualificação Profissional, que a Secretaria de Estado do Trabalho e do Desenvolvimento Social criou para fazer com que a oferta de cursos esteja de acordo com as demandas de qualificação identificadas nos municípios.

Mais informações e inscrições podem ser obtidas nas Secretarias Municipais de Assistência Social ou nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS).

* Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do portal Diário de Canoas