Missa de ‘corpo presente’ lota igreja: morte de S. Claudino, mãe de JVC

PTB Notícias 23/11/2011, 11:23


Falecida na noite desta segunda-feira (21/11/2011), o corpo da empresária Maria Socorro de Macêdo Claudino, dona Socorro Claudino, 74 anos, mãe do senador petebista João Vicente Claudino, do Piauí, foi enterrado no início da noite desta terça-feira (22/11) no cemitério Jardim da Ressurreição, zona Leste de Teresina.

Antes, desde as 16h30 desta terça, houve uma missa de corpo presente realizada na igreja de Fátima, localizada na avenida Nossa Senhora de Fátima, também na zona Leste.

Dona Socorro Claudino morreu por volta das 21h desta segunda, vítima de um câncer de medula.

Internada no Hospital São Marcos, Centro da capital piauiense, faleceu após não resistir após ser levada para a UTI.

O corpo de dona Socorro Claudino foi velado na mansão da família Claudino, localizado no bairro Jockey Club, zona Leste da cidade, desde as primeiras horas da madrugada desta terça-feira.

Por toda a madrugada, manhã e parte da tarde o velório foi reservado apenas alguns amigos e familiares.

Na missa de corpo presente, muita gente.

Tanto que a igreja de Fátima ficou pequena para a quantidade de pessoas que compareceram.

Seu João Claudino, os cinco filhos, entre eles o senador João Vicente Claudino, e os catorze netos, estiveram presente, se emocionaram bastante e choraram a morte da matriarca da família.

A missa foi celebrada pelo Padre Tony Batista, que lembrou momentos marcantes da vida dona Socorro Claudin.

“Ela foi um exemplo de simplicidade, uma mulher que deu um grande exemplo de humildade”, afirmou no seu sermão.

Depois de uma emocionante missa proferida pelo padre, amigo pessoal dela, o corpo foi levado para ser enterrado no cemitério Jardim da Ressurreição.

Novamente um grande número de pessoas acompanhou a cerimônia.

GovernadorO governador Wilson Martins esteve por volta das 10h da manhã desta terça-feira no velório.

“Recebi a notícia da morte com muita tristeza, pois ela era uma grande mulher, que faz parte da história do Piauí, e por isso recebeu o reconhecimento do povo do Piauí que hoje presta sua homenagem e toda a solidariedade à família Claudino”, disse ele, após ter cancelado uma reunião em Brasília para prestar solidariedade à família.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações dos sites 180 Graus e TV Canal 13Fotos: Site 180 Graus