Mozarildo Cavalcanti aponta atitudes antidemocráticas de Hugo Chávez

PTB Notícias 31/10/2009, 17:20


O senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) afirmou, na manhã da última sexta-feira (30/10), que foi pensando em Roraima que votou, na Comissão de Relações Exteriores do Senado, a favor do ingresso da Venezuela no Mercosul.

Ele sublinhou suas restrições ao que chamou de atitudes antidemocráticas do presidente Hugo Chávez.

Mozarildo disse que, do ponto de vista geográfico, Roraima é praticamente encaixada dentro da Venezuela.

Lembrou que seu estado recebe energia elétrica daquele país e que mercadorias como alimentos e artigos de higiene são comprados pelos roraimenses na Venezuela, por serem muito mais baratos que em seu estado.

– Nenhum estado brasileiro é tão isolado do resto do país quanto Roraima.

Daí por que me preocupo.

Considero importante ter um vizinho que realmente respeite a democracia, que pratique a democracia, que respeite os direitos humanos – disse Mozarildo justificando suas críticas a Chávez.

Como exemplo da fragilidade democrática da Venezuela, ele mencionou o caso do empresário roraimense que foi seqüestrado pelas Forças Revolucionárias da Colômbia (Farc) e que continua sob o poder dos seqüestradores, os quais permanecem exigindo de sua esposa resgate em dinheiro como condição para libertá-lo.

– É essa a segurança, é essa a democracia que existe na Venezuela.

É esse amor, esse compadrio que existe entre Chávez e as Farc que me preocupa.

Votei a favor do ingresso desse país no Mercosul, mas ressaltando o mais preocupante: as atitudes antidemocráticas de Chaves.

* Agência Trabalhista de Notícias com informações da Agência Senado