Mozarildo Cavalcanti articula formação de bloco independente no Senado

PTB Notícias 31/12/2007, 7:41


O senador Mozarildo Cavalcanti, do PTB de Roraima, começará o ano de 2008 articulando a criação de um bloco independente no Senado, e que promete ser o fiel da balança nas votações de matérias mais importantes da Casa.

Segundo o senador petebista, as primeiras conversações neste sentido já foram iniciadas com outros senadores e, na volta do recesso do Congresso Nacional, prometem se articular na formação desse bloco independente.

Além de Mozarildo, nomes como os dos senadores Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE), Expedito Júnior (PR-RO) e Romeu Tuma (PTB-SP) são tidos como certos nesse novo bloco que surge no Senado, além de outros que já se engajam na idéia.

Mozarildo afirmou que a criação do bloco é uma forma de não se dobrar ao governo Lula da Silva (PT) e ter posição firma nas decisões que cheguem ao Senado.

“Se a atual composição da bancada governista no Senado já tinha problemas em compor número suficiente de senadores para aprovação de matérias de interesse do Governo Federal, agora terá que respeitar o pensamento dos que integram o bloco independente”, afirmou Mozarildo.

INVESTIGAÇÃO – A já noticiada retaliação ao senador Mozarildo Cavalcanti, por sua ausência quando da votação da CPMF, embora tenha justificado que se fazia presente ao funeral do governador Ottomar Pinto, promete ter alguns desdobramentos nos próximos dias.

O senador vai requerer ao procurador-geral da República uma investigação sobre os métodos de aliciamento praticados pelo governo entre parlamentares.

“Não é só pela dinheirama liberada para as tais emendas orçamentárias que se fazem os atrativos e as retribuições”, disse.

“Antes de dificultadas por decisão judicial, com aplicações ainda pesadas, houve também a busca de transferência entre partidos para aumentar a tropa governista”, denunciou.

“Só no Senado houve seis dessas transferências”.

Entre as manobras, o senador falou que a prometida designação no dia 10 de janeiro, com o ministro de Minas e Energia, o senador Edson Lobão retribui sua transferência do oposicionista DEM para a banda mais governista do PMDB.

fonte: Jornal Folha de Boa Vista (RR)