Mozarildo Cavalcanti critica pouca oferta de voos para interior do país

PTB Notícias 24/05/2013, 13:18


O senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) lamentou, em discurso no plenário na quinta-feira (23/5/2013), a pouca oferta de voos para passageiros do interior e o fato de poucas empresas dominarem o mercado aéreo brasileiro concentrando suas atividades nas capitais.

O senador citou a pesquisa “Redes e Fluxos do Território – Ligações Aéreas 2010”, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e publicada por vários jornais nos últimos dias.

Segundo a pesquisa, metade do tráfego aéreo se concentra em apenas 24 trechos e os passageiros do interior terminam pagando mais e gastando mais tempo com as viagens.

A pesquisa concluiu, disse o senador, que a concentração não é ruim para a empresa, que pode reduzir custos, mas é péssima para o passageiro.

Como exemplo da diferença de preços que a concentração provoca, Mozarildo registrou que o preço médio da passagem aérea em Brasília é de R$ 200, enquanto em Tabatinga (AM) o valor médio do trecho fica em R$ 1,3 mil.

Ele também reclamou do tempo das viagens.

Como exemplo, falou do trecho de Tabatinga (AM) a Teresina (PI), que dura em média 35 horas de viagem, devido às conexões.

Para Mozarildo, uma medida que poderia amenizar a situação seria o investimento em linhas aéreas regionais.

O senador é autor do projeto de lei do Senado (PLS) 130/2001, que dispõe sobre o adicional tarifário para linhas aéreas regionais suplementadas.

Pelo projeto, um valor do que é cobrado nas passagens aéreas seria destinado a subsidiar os voos regionais.

Mozarildo, no entanto, lamentou que o projeto esteja parado na Câmara dos Deputados.

O senador ainda disse que o governo já prometeu investimentos nesse setor, mas por enquanto nada ocorreu de concreto.

“É muito importante que a presidente Dilma se debruce sobre esse tema.

É hora de o governo colocar uma disciplina e um incentivo no setor”, afirmou o senador.

Em aparte, a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) elogiou o pronunciamento do colega.

Ela registrou que o assunto é importante para todo o Brasil, mas em especial para o povo da Amazônia.

Segundo Vanessa, voar pode ser um luxo para muitos passageiros, mas é uma necessidade para os brasileiros da região amazônica, por conta das distâncias e das dificuldades de acesso.

Agência Trabalhista de Notícias (NM), com informações da Agência SenadoFoto: Marcos Oliveira/Agência Senado