Mozarildo Cavalcanti defende no Senado investimentos no setor de turismo

PTB Notícias 16/05/2007, 8:29


O senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) lamentou, em discurso nesta segunda-feira (15), que o Brasil “patine na segunda divisão dos destinos internacionais” enquanto a Espanha vem atraindo um número crescente de visitantes, por meio de ações de planejamento e parcerias público-privadas de investimento.

Ele salientou que o país tem um grande potencial turístico que precisa ser explorado por empresas do setor.

Na avaliação do senador, o turismo no Brasil é prejudicado pelos altos índices de criminalidade, pela precária infra-estrutura de transportes, pela elevada carga tributária e, mais recentemente, pelo apagão aéreo.

O Brasil, disse o senador, ocupa a 59ª posição entre os 124 países de maior competitividade no turismo, de acordo com relatório divulgado em março pelo Fórum Econômico Mundial.

– Enquanto isso, a economia mundial do turismo resplandece e mostra seus incríveis números.

Somente em 2006, cerca de 842 milhões de pessoas atravessaram fronteiras como turistas, movimentando US$ 710 bilhões de dólares nos países visitados – afirmou o senador petebista.

Mozarildo classificou como “inconcebível” a ausência de investimentos em turismo na Amazônia, região que, segundo ele, responde por apenas 10% do turismo no país, enquanto reúne aproximadamente 60% do ecossistema nacional.

O senador acrescentou que a aviação regional foi desmantelada e que a Amazônia também apresenta inúmeros problemas de infra-estrutura.

Ele apelou à senadora licenciada e ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, para que priorize os investimentos turísticos na Amazônia, como forma de evitar que “outras atividades nocivas não se desenvolvam na região”.

O senador destacou que a industria do turismo conta com a vantagem de não produzir poluição, o que representaria um ganho adicional ao setor em tempos de aquecimento global.

fonte: Agência Senado