Mozarildo Cavalcanti protesta contra retirada violenta de agricultores

PTB Notícias 20/04/2009, 17:01


O senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) protestou contra a violência com a qual os agricultores estão sendo retirados das terras da reserva indígena Raposa/Serra do Sol, em Roraima, cuja demarcação foi recentemente confirmada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

– Tenho notícias de que a Polícia Federal e os agentes da Fundação Nacional do Índio (Funai) estão escorraçando os brancos da reserva recém-demarcada, com metralhadoras e sem qualquer consideração pelas décadas de trabalho honesto desses brasileiros viveram e labutaram legalmente naquelas terras – denunciou.

Mozarildo disse que, por delegação da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), irá a Roraima, acompanhado do senador Augusto Botelho (PT-RR), para verificar as condições da retirada e do pagamento das indenizações devidas.

Ele disse haver, segundo as autoridades brasileiras, 348 propriedades a serem indenizadas.

Até o momento, a Funai declarou haver indenizado cerca de 200.

“Eu duvido”, protestou.

O senador fez questão de dizer que os índios não são os responsáveis por esses desmandos.

Segundo Mozarildo, eles também são vítimas dos que se apossaram da política indigenista equivocada da Funai, “totalmente dominada por ONGs estrangeiras, com interesses espúrios e inconfessáveis”.

Para Mozarildo, com a demarcação da reserva em área de fronteira do Brasil com a Venezuela e a Guiana, a região ficará ameaçada por interesses de estrangeiros e o contrabando de diamantes e de ouro, que já existem e serão intensificados, advertiu o senador.

fonte: Agência Senado