Mozarildo cobra medidas de combate sistemático à corrupção

PTB Notícias 23/09/2013, 18:51


Em pronunciamento nesta segunda-feira (23/9/2013), o senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) cobrou medidas de combate sistemático à corrupção em todos os níveis e frisando que a Câmara dos Deputados e o Senado Federal devem dar o bom exemplo à sociedade.

O parlamentar disse que o combate à corrupção, uma demanda popular, expressa nos protestos de rua em junho, começa dentro da família.

Mozarildo chamou a atenção para o papel do Legislativo no sentido de impedir abusos com o dinheiro público e opinou que o Congresso Nacional deve se juntar a um “mutirão de fiscalização”.

Para o senador, o combate à corrupção se dá quando há consciência neste sentido por parte da sociedade e das instituições que a representam.

Ele cumprimentou o novo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, por sua entrevista à revista Veja desta semana.

Na entrevista, disse Mozarildo, o procurador-geral conclama a todos a um combate permanente contra a corrupção que, “infelizmente, teima em permear governos e mais governos”.

O petebista criticou organizações não-governamentais (ONGs), afirmando que muitas existem apenas para desviar dinheiro público.

Ele lembrou que tais irregularidades levaram à criação de duas comissões parlamentares de inquérito (CPIs).

Mozarildo Cavalcanti disse, ainda, que o governador de Roraima, José de Anchieta Júnior, teria sido eleito “fazendo as corrupções mais terríveis”, e que em 2011 o Ministério Público deu parecer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pela cassação do governador.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da Agência SenadoFoto: Waldemir Barreto/Agência Senado