Mozarildo contesta jornalista que classificou Roraima como desimportante

PTB Notícias 13/06/2007, 8:11


O comentário feito pelo jornalista Roberto Pompeu de Toledo, no ensaio intitulado “O arquiteto da fila”, de que Roraima é um estado desimportante, foi classificado pelo senador Mozarildo Cavalcanti, do PTB de Roraima, como uma ofensa aos habitantes do estado.

Ele também disse não aceitar a afirmação do ensaísta de que Roraima é um estado pobre e sem oferta de oportunidades.

O texto foi publicado na edição de 6 de junho da revista Veja.

– Roraima é um estado pequeno até porque é impedido de explorar suas próprias riquezas pelo governo federal.

Temos, talvez, as maiores riquezas minerais do país, mas elas estão localizadas em áreas que foram consideradas reservas ecológicas ou indígenas.

Temos grande importância geopolítica para o país, pois estamos encravados nos territórios da Venezuela e da Guiana, em uma região de conflitos inclusive internacionais – afirmou Mozarildo Cavalcanti.

O fato de ainda hoje a situação fundiária de Roraima não ter sido regularizada pelo governo federal, mesmo decorridos 19 anos de sua transformação de território em estado, foi citado por Mozarildo Cavalcanti como uma das causas que impedem o seu desenvolvimento.

Em aparte, a senadora Rosalba Ciarlini (DEM-RN) solidarizou-se com a indignação de Mozarildo, afirmando que também não aceitaria que o Rio Grande do Norte fosse tratado de forma diminuída ou preconceituosa.

O senador Augusto Botelho (PT-RR) acrescentou que os roraimenses estão indignados por terem sido tratados com desprezo.

fonte: Agência Senado