Mozarildo critica matéria jornalística sobre gastos do Poder Judiciário

PTB Notícias 21/11/2007, 8:03


O senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) criticou em seu discurso matéria de capa do jornal O Globo desta terça-feira (20/11), “Judiciário vai gastar, só em obras, R$ 1,2 bilhão”.

Na opinião do senador, a manchete e a sub-manchete do jornal podem levar os leitores a pensar que tais gastos seriam realizados ainda este ano, quando na verdade são os gastos previstos para os próximos cinco anos.

– A matéria tenta macular a imagem do sistema judiciário.

O Poder Judiciário é o pilar mais importante da democracia.

Não se pode tratar o sistema judiciário desta maneira.

Na verdade o Judiciário é um poder que gasta pouco e é essencial ao Brasil – disse Mozarildo.

De acordo com o senador, quem gasta a maior parte do orçamento da União é o Poder Executivo.

Em 2002, disse Mozarildo, o Executivo gastou cerca de 74% dos recursos do orçamento, o Judiciário, 19%, e o Legislativo, 6%.

Tais percentuais ficaram quase os mesmos nos anos seguintes de acordo com Mozarildo, chegando a participação do Judiciário a 19% em 2003, 14% em 2004, 27% em 2005 e 20% em 2006.

– O trabalho de desacreditar as instituições é um desserviço à democracia.

Quero deixar esse meu protesto contra essas matérias apressadas que só servem para desgastar a imagem das instituições – afirmou.

Em apartes, os senadores Mário Couto (PSDB-PA), Expedito Júnior (PR-RO), Mão Santa (PMDB-PI) e Papaléo Paes (PSDB-AP) elogiaram o pronunciamento do colega.

fonte: Agência Senado