Mozarildo defende postura mais ativa e moderna da Maçonaria brasileira

PTB Notícias 21/08/2007, 17:41


Ao discursar em homenagem ao Dia do Maçom, comemorado nesta segunda-feira (20/8), o senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) convidou os maçons a assumirem uma posição mais ativa e moderna na sociedade brasileira.

Tomando como exemplo a atuação da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Mozarildo destacou o grande potencial de realização da sociedade, uma vez que tem, em sua avaliação, penetração muito maior do que a alcançada pela Igreja Católica no cenário nacional.

– Por que nós, que somos pessoas das mais diversas profissões, que temos famílias constituídas, que temos capilaridade na sociedade, não tomamos uma ação mais pró- ativa, mais presenteinclusive e principalmente na política? – indagou o senador.

Mozarildo defendeu também a prestação de contas, por parte da Maçonaria, das atividades realizadas em benefício do país.

Segundo ele, a publicação de um balanço anual das atividades das lojas, ao revelar as obras dos maçons, aumentaria a sua inserção na sociedade, contribuindo para o seu aperfeiçoamento.

Em seu pronunciamento, o senador leu trechos de discurso proferido pela ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) ao receber comenda da Loja Maçônica Grande Oriente do Brasil.

Frisando a importância do trabalho de mulheres de maçons em creches e escolas, Mozarildo justificou a proibição da presença feminina em reuniões de lojas maçônicas – uma preocupação da ministra – como uma tradição da sociedade, que em suas origens era formada apenas por homens, como pedreiros construtores de templos e combatentes.

Ao comentar sua iniciação na irmandade, Mozarildo confessou ter se “arrependido” por ter passado período na juventude em dúvida sobre a conveniência ou não de se tornar maçom.

fonte: Agência Senado