Mozarildo defende reforma política para acabar com abusos

PTB Notícias 20/05/2014, 16:37


O Congresso Nacional precisa chegar a um acordo para aprovar mudanças nas regras político-eleitorais que ajudem a combater o abuso do poder econômico nas eleições e a corrupção.

O alerta foi feito, mais uma vez, pelo senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR), em pronunciamento nesta terça-feira (20/5/2014).

Ele reclamou principalmente do direito que têm os governantes de disputarem a reeleição sem precisar deixar o cargo.

Segundo o senador, isso permite que a pessoa fique quatro anos no cargo fazendo campanha.

Acabar com a reeleição é uma das sugestões feitas por ele para por fim à vantagem do governante sobre os demais candidatos.

Na opinião de Mozarildo, o país tem que fazer uma reforma política, partidária e eleitoral profunda para que o brasileiro tenha mais confiança nos eleitos e na democracia.

Ele também pediu aos brasileiros que busquem informações sobre os candidatos para não eleger corruptos nas próximas eleições.

“É preciso que haja um movimento cívico, não de boicotar a eleição, mas, sim, de selecionar os candidatos de acordo com a lei da ficha limpa e um pouco mais: você tem que analisar a vida de uma pessoa que se candidata seja a vereador, a prefeito, a governador, a deputado federal, a senador, e mesmo a presidente da república, para que não haja realmente brecha para aqueles que gostam de corrupção poderem driblar a legislação para poderem se eleger”, explicou Mozarildo Cavalcanti.

Fonte: Agência SenadoFoto: Waldemir Barreto/Agência Senado