Mozarildo denuncia tentativa de controle da Amazônia por estrangeiros

PTB Notícias 29/05/2007, 16:33


A matéria intitulada “A Amazônia em perigo”, publicada no último domingo (27) pelo Correio Braziliense, motivou o senador Mozarildo Cavalcanti, do PTB de Roraima, a abordar o assunto da tribuna do Senado e a denunciar o que ele considera mais uma tentativa de países estrangeiros controlarem a Amazônia.

A notícia do jornal é sobre o veto que o Itamaraty teria apresentado à iniciativa da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (Usaid) de criar um consórcio de 26 ONGs para atuar no Brasil e em outros quatro países.

Na avaliação do senador por Roraima, as organizações não-governamentais, sob o argumento de implantar um projeto de conservação da bacia amazônica com financiamento da Usaid, estariam, na verdade, interessadas em minerais estratégicos do território brasileiro.

Mozarildo Cavalcanti pediu aos membros da comissão parlamentar de inquérito criada, mas ainda não instalada, para investigar as ONGs, que se debrucem também sobre esse caso.

– Existe um trabalho orquestrado, há décadas, de fazer sistematicamente com que a Amazônia tenha imensas reservas indígenas.

Coincidentemente, tanto as reservas indígenas como as ecológicas casam com os mapas das reservas minerais do país.

E não só de minerais como ouro, prata e diamantes, que são valiosos mas não se comparam com outros de terceira geração como urânio, nióbio e tantalita – afirmou Mozarildo Cavalcanti.

Em aparte, o senador Leomar Quintanilha (PMDB-TO) classificou como desfaçatez ONGs se associarem sob a alegação de que estão preocupadas com a “preservação paisagística da floresta amazônica”.

Ele opinou que a alegação não passa de uma desculpa, e que as organizações não governamentais estão interessadas, na verdade, é nas riquezas minerais e naturais da região.