Mozarildo diz que lei trabalhista foi o grande feito de Getúlio Vargas

PTB Notícias 30/08/2007, 13:05


O maior feito de Getúlio Vargas foi, ao mesmo tempo em que criava as condições para a industrialização do Brasil, dotar o país de uma legislação social com o objetivo de proteger o trabalhador, a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT).

A opinião foi manifestada pelo senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR), durante a sessão que relembrou a morte de Getúlio, ocorrida em 24 de agosto de 1954.

– Para um país acostumado a conviver tão somente com uma democracia formal, Vargas foi o passo à frente.

Ainda que convivendo com o mais grave cenário de crise que o século XX conhecera até então, a Grande Depressão pós-1929, Getúlio compreendeu, com a clarividência que somente os grandes estadistas costumam possuir, a necessidade de incorporar ao novo Brasil que se pretendia construir as massas populares, até então marginalizadas por completo – afirmou Mozarildo Cavalcanti.

O senador por Roraima disse que, enquanto na Primeira República atribuíam ao presidente Washington Luís a opinião de que a questão social era caso de polícia, na Era Vargas a dignidade do trabalho passou a ser reconhecida.

Outra decisão importante tomada por Getúlio, na avaliação de Mozarildo, foi criar o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) com o objetivo de oferecer ao proletariado do país um meio para participar mais ativamente da vida política.

Mozarildo encerrou seu pronunciamento pedindo aos brasileiros que filiem-se ao PTB como um gesto de homenagem ao ex-presidente.

Antes, ele leu a carta-testamento escrita por Getúlio, cujo final é o seguinte: “Eu vos dei a minha vida.

Agora ofereço a minha morte.

Nada receio.

Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na História”.

fonte: Agência Senado