Mozarildo lamenta estado da educação em Roraima e critica ex-governador

PTB Notícias 1/06/2014, 19:37


O senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) criticou na última sexta-feira (30/05/2014), em Plenário, o ex-governador de Roraima, José de Anchieta Júnior (PSDB), que renunciou para se candidatar nas eleições de outubro, pela situação caótica da educação no estado.

Segundo o senador, a situação das escolas, do transporte escolar e as condições de trabalho dos professores e funcionários estão precárias.

– É triste ver, como tenho acompanhado nos jornais de Roraima, a situação das escolas, a situação dos prédios e a situação do transporte escolar, a precária condição em que trabalham os professores – lamentou.

Para Mozarildo, a saúde e a educação são responsáveis por elevar o status social da população.

Ele responsabiliza o governador pelo “caos” na educação do estado.

– Há problemas de coisas elementares.

A maioria das salas de aula não tem nenhuma ventilação – exemplificou.

O senador disse esperar que o povo de Roraima pense nisso na hora de votar, para escolher pessoas que tenham ficha limpa e que queiram o bem-estar do estado.

Ele criticou a intenção do ex-governador, de disputar uma vaga no Senado.

– Qual foi a condição que esse senhor mostrou para o povo de Roraima? Que ele não tem nem qualidade nem competência para governar.

Portanto ele não tem nem qualidade nem competência para representar o nosso estado para valer – afirmou.

Mozarildo disse que José de Anchieta é “especialista em maracutaias”, e questionou o fato de ele ter iniciado o governo como um empresário falido e hoje ser dono de mansões em Roraima, no exterior e ser um grande empresário.

– Então, foi, por acaso, com o salário de governador que ele fez isso? Lógico que não.

O salário de governador, por bom que seja, não daria para ele, em sete anos, fazer tanta coisa como se tivesse realmente produzido esse dinheiro – questionou.

O senador encerrou o discurso, avisando que, nos próximos discursos, vai tratar de cada setor de seu estado que foi sucateado devido à corrupção do referido ex-governador.

fonte: Agência Senado