Mozarildo pede aprovação de construção de hidrelétrica em Roraima

PTB Notícias 1/07/2011, 6:52


O senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) fez um apelo nesta quinta-feira, 30/06, à Câmara dos Deputados para apressar a votação do projeto que autoriza o governo federal a construir uma hidrelétrica em Roraima.

O PDS 434/06 permite aproveitar o potencial energético da Cachoeira do Tamanduá, na região do Rio Cotingo, e aguarda votação da Comissão de Constituição e Justiça daquela Casa.

Mozarildo justificou o pedido salientando que a Eletronorte enfrenta situação inusitada na região: os funcionários da empresa estão sendo impedidos de entrar na reserva indígena de São Marcos para fazer a manutenção da rede elétrica que leva energia da Venezuela até Boa Vista e outros quatro municípios roraimenses.

O protesto indígena, explicou o senador, se deve ao atraso no repasse de recursos – acordo firmado entre os indígenas e a Eletronorte prevê o pagamento de um montante, espécie de royalty, pelo fato de a rede elétrica atravessar a reserva.

A empresa justifica ter suspendido o envio porque os índios não teriam prestado contas do dinheiro repassado anteriormente, segundo explicou reportagem do jornal Folha de Boa Vista, lida pelo parlamentar.

Para Mozarildo, somente a construção de uma nova hidrelétrica acabaria com a dependência da energia venezuelana e evitaria tal situação.

Ele também demonstrou preocupação pelo fato de a instalação de uma rede de fibra ótica para internet banda larga também atravessar a reserva.

A Associação dos Povos Indígenas da Terra Indígena São Marcos estariam exigindo repasse de R$ 8 milhões para permitir a obra.

O parlamentar lembrou ainda que as reservas indígenas, segundo a Constituição, são territórios da União para usufruto dos índios.

Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações da Agência Senado