Mozarildo pede que RR possa importar gasolina mais barata da Venezuela

PTB Notícias 21/03/2012, 15:01


O senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) reiterou em Plenário nesta terça-feira (20/3/2012) apelo que tem feito desde 2001 ao governo federal, de que a população de seu estado possa consumir gasolina importada da Venezuela, cujo custo é bastante inferior à produzida e vendida no Brasil.

Na Venezuela, a gasolina custa R$ 0,48 o litro, contra o preço médio de R$ 2,89 em Roraima.

Da mesma forma, o litro de diesel, que em Roraima custa R$ 1,35, no país vizinho, ressaltou, custa R$ 0,02.

“Se houver uma medida para cumprir o que diz a Constituição, de eliminar as desigualdades regionais, que se adotem medidas desiguais.

Tem que haver medidas que beneficiem os estados mais fracos.

Não é possível acreditar que não haja sensibilidade do Ministério de Minas e Energia e da Petrobras.

Parece que temos que pagar um preço mais caro que todo mundo para ser brasileiro”, reclamou.

O parlamentar mencionou ter feito esse apelo mais recentemente à presidente Dilma Rousseff, que lhe afirmou ter repassado o pedido ao ministro de Minas e Energia, Edison Lobão.

Mozarildo assinalou que deverá, nos próximos dias, ter uma audiência com o ministro para tratar da questão.

Ele avalia que a Petrobras poderia adquirir a gasolina venezuelana e pagar os impostos necessários repassando o combustível a Roraima.

Mesmo assim, disse o senador, o valor seria ainda menor que o atualmente pago pelos roraimenses.

Ele afirmou também que, pela enorme diferença de preços e pela dificuldade de fiscalização, é quase impossível impedir o contrabando de gasolina da Venezuela, que posteriormente é vendida pelos postos brasileiros com o preço praticado no Brasil.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da Agência Senado Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado